Estado

Foto: Divulgação

Contribuir com o monitoramento da arrecadação e aplicação de recursos pelas entidades do poder público. Esse é o objetivo do Observatório Social de Palmas, criado nesta quinta-feira (16), com o apoio do Conselho Regional de Contabilidade do Tocantins (CRCTO). O evento contou com a presença do vice-presidente Administrativo do CRCTO, João Gonçalo, e da Conselheira Federal, Vânia Labres.

O Observatório Social de Palmas é uma iniciativa da Controladoria Geral da União no Estado do Tocantins e tem o  apoio de  voluntários e instituições parceiras. É uma organização voltada para o monitoramento da arrecadação e aplicação de recursos pelas entidades do poder público.

“Essa é uma ação social e faz parte das entidades de classe participar de eventos como esse, em defesa da sociedade. O Conselho não pode ficar fora neste momento”, disse o vice-presidente.

Durante o evento, a diretoria do Observatório foi empossada, tendo como presidente Isabel Friedlander. Ela lembrou que o Observatório é composto por um grupo de voluntários. “Não estamos contra ninguém, mas a favor da ética, do cidadão.”

A secretária de Transparência e de Prevenção da Corrupção, da CGU, Patrícia Audi, também esteve presente e ressaltou que a sociedade civil organizada precisa exercer o controle social de forma plena. “Celebrar a criação do observatório neste momento mostra que o cidadão, servidores podem ganhar a batalha, a guerra contra a corrupção. Então, precisamos do envolvimento da sociedade.”