Campo

Foto: Delfino Miranda

A pecuária leiteira é uma atividade em ascensão no Tocantins. Para estimular ainda mais este segmento, a Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (A Agrotins Brasil 2015), iniciou nesta terça-feira, 5, no final da tarde, a esgota (preparo das vacas para o torneio leiteiro).  A previsão é que 16 animais participem do torneio que conta com a participação de diversos municípios tocantinenses.

A fase de esgota é o preparativo inicial das vagas, colocando todos os animais em condições de igualdade, sem leite armazenado nas mamas. Após 12 horas, se inicia a primeira retirada do torneio leiteiro,  que acontece nesta quarta-feira, 6, no período matutino.

Durante a competição os animais passam por teste de ordenhas sendo realizadas em seis etapas por vaca, até o próximo sábado, 9. Serão premiadas a três primeiras colocadas, as que mais derem litros de leite, sendo duas categorias de vacas (adultas e primárias – animais de primeira cria).

Segundo o zootecnista da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), Sílvio Reinaldo Oliveira, a prova de ordenha é um incentivo para os produtores. “Com isso, pretendemos estimular a produção de leite, fortalecendo a cadeia produtiva para aumentar a produção e consumo no Estado”, enfatizou.

Genética

Na Agrotins também estão exposto os animais de corte e leite de alto padrão genético, produzido com métodos tecnológico de reprodução.  São animais reprodutores, cria e recria, corte e leite produzidos nos métodos Inseminação Artificial de Tempo Fixo (IATF), Fertilização Invitro (FIV) e Transferência de Embrião (TE).

A Agrotins teve início nesta terça-feira e se encerra no sábado, 9, no Centro Agrotecnológico de Palmas.