Campo

A Secretaria do Trabalho e da Assistência Social (Setas) participa da 15º Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins), de 5  a 9 de maio, com uma mostra dos programas de Inclusão Produtiva e Segurança Alimentar e Nutricional.

Em um dos stands da Setas os visitantes podem conferir e adquirir bordados, tapeçaria, arte em retalho, patchwork, tapetes, entre outros produtos resultantes dos cursos da Recriarte bem como se informar sobre os vários cursos oferecidos na capital, nas unidades das regiões, central, norte e sul.

Através dos cursos, o Governo do Estado visa dar oportunidade às mães de família tocantinenses de gerar sua própria renda. Com o artesanato elas podem trabalhar em casa dando atenção aos filhos e garantir o sustento da família.

De acordo com a coordenadora da Recriate, Ruth Brunes, as turmas são montadas de acordo com a vontade e aptidão da população, e atualmente os cursos mais procurados é o de cabeleireiro, manicure, arte em retalho e culinária. “Atualmente, temos duas turmas com 22 alunos, uma de cabeleireiro e outra de manicure”, diz Ruth. O curso de cabeleireiro tem duração de três meses, de manicure um mês, os de bordados e demais artesanatos duram em média 15 dias. Essas são iniciativas desenvolvidas pela Setas que valoriza o potencial criativo da mulher tocantinense e incentiva a autonomia da população mais carente.

Outra mostra apresentada aos visitantes é a de plantas medicinais e não-convencionais, uma prática utilizada em comunidades tradicionais, como prática de cura de doenças e no complemento nutricional de alimentos.  Durante a feira, serão distribuídas mudas de plantas aos visitantes.

Agrotins

Com o tema: Cadeia Produtiva de Grãos,  a 15ª Agrotins começou nesta terça-feira, 9 , no Centro Agrotecnológico de Palmas, TO-050, saída para Porto Nacional. A abertura oficial será na manhã da quinta-feira,  7.