Campo

Foto: Daniela Oliveira

Levar conhecimento e informação ao público interessado em como fazer transporte de cargas via Ecoporto Praia Norte foi uma das palestras ministradas na Agrotins nesta quarta-feira, 6, na feira. A palestra foi apresentada a um público variado.

“Esse potencial deve atrair investidores, pois diminui o custo em logística para as indústrias e ao escoamento da produção agrícola do Tocantins e região”, disse o palestrante Paulo Mendonça, gerente de Capacitação de Empreendedores e à Exportação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur).

As informações sobre a construção e o funcionamento do Ecoporto teve como tema a “Logística de Cargas a partir do Ecoporto Praia Norte”, na Sala Água Boa, localizada no Pavilhão Transformação. “O Tocantins, por sua localização, tem o potencial de se tornar um centro de distribuição de produtos para outros estados”, explicou Mendonça.

Flores Tropicais

A engenheira agrônoma Eliane Cardoso assistiu a outra palestra com o tema “Cultivo e Negócios de Flores Tropicais”, realizada na Sala Terra Forte, no Pavilhão Transformação. “Meu interesse na palestra foi em conhecer a parte de produção e comercialização. Saber como fazer o manejo e com a questão de adaptação às características do Estado”, conta. Ela revela ainda que se interessa em investir na área.

A palestrante Aline Yamada, presidente da Associação de Produtores de Flores Tropicais, falou sobre os desafios da produção de flores na Capital e contou o segredo para quem quer ter sucesso no cultivo de flores. “A pessoa, de início, tem que escolher uma ou duas espécies para cultivar e depois ir inserindo outras. Se você se dedicar e tiver paciência vai ver o resultado”, revela.

Potencialidades

Outra palestra que apresentou oportunidades de negócios para investimentos fora do setor agropecuário foi “Potencialidades do Tocantins”, ministrada pelo técnico da Sedetur Mário Nania. Ele explicou como aspectos geográficos e econômicos tornam o estado um ambiente seguro para novos investimentos. “A localização estratégica permite que os produtos saiam por rodovia, hidrovia e ferrovia. Ainda o Tocantins tem crescido acima da média de outros países”, falou.

Marcas e patentes

Outra forma dos empresários assegurarem que seus investimentos terão retorno é com o registro da marca ou patente de inovações. Durante a palestra “Registro de Marcas e Patentes” Marcondes Martins, técnico da Sedetur, explicou o processo para o registro de ideias, invenções e criações junto ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi). Ainda o palestrante lembrou um importante registro conseguido recentemente para o Tocantins, o selo da Identificação Geográfica do Capim Dourado. 

Programação

Quem se interessou por algum dos temas pode conferir as palestras que serão realizadas também hoje, 7, no Pavilhão Transformação. Segue a programação.

11h – Logística de Cargas a partir do Ecoporto Praia Norte (Auditório Matopiba)

11h - Política Nacional de Resíduos Sólidos e Impactos na Gestão Empresarial (Sala Água Boa)

15h – Cultivo e Negócio de Flores Tropicais (SalaTerra Forte)

Incentivos Fiscais (Sala Água Boa)

16h – Potencial Turístico do Tocantins (Sala Terra Forte)