Estado

Foto: Wenderson Araújo

O Governo Federal lançou, na manhã desta terça-feira, 9, em Brasília, o Programa de Investimentos em Logística 2015-2019, com objetivo de atrair a iniciativa privada para investir em portos, ferrovias, rodovias e aeroportos. Ao lado da presidente Dilma Rousseff e ministros, o governador Marcelo Miranda participou do lançamento e acredita que o Tocantins terá parte nos benefícios gerados pela iniciativa.

“Estou certo de que o projeto de concessões é mais uma realidade que promoverá desenvolvimento econômico no País. Eu acredito no Brasil, por isso saio daqui, juntamente com todos os governadores, satisfeito por entender que não só o Estado do Tocantins, mas que todas as regiões ganharão com isso, e principalmente a população brasileira”, afirmou.

O plano prevê investimentos na ordem de R$ 198,4 bilhões em um período de quatro anos, sendo que R$ 66,1 bilhões serão destinados a rodovias, R$ 86,4 bilhões a ferrovias, R$ 37,4 bilhões para portos e R$ 8,5 bilhões para aeroportos. O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) poderá financiar entre 70% e 90% dos recursos necessários para que a iniciativa privada faça os investimentos.

A previsão é que o Tocantins seja impactado diretamente a partir dos R$ 7,2 bilhões que o governo pretende aplicar na Ferrovia Norte-Sul, nos trechos entre Palmas (TO) e Anápolis (GO), e Barcarena (PA) e Açailândia (MA). Ainda na Norte-Sul haverá investimentos de R$ 4,9 bilhões nos trechos entre Anápolis, Estrela do Oeste (SP) e Três Lagoas (MS) e também outros R$ 9,9 bilhões no trecho entre Lucas do Rio Verde (MT) e Miritituba (PA).

Para as rodovias, o governo federal realizará cinco leilões, ainda neste ano, com investimentos totais de R$ 19,5 bilhões. No próximo ano, estão previstos 11 leilões, que deverão somar R$ 31,2 bilhões e outros R$ 15,3 bilhões devem ser investidos em concessões já existentes.

Por: Redação

Tags: Governo Federal, Logística, Marcelo Miranda