Polí­cia

Foto: Divulgação

O padre, Marcos Aurélio Costa da Silva, 38 anos de idade, teve liberdade provisória concedida nesta terça-feira, 16, pela juíza Mirian Alves Dourado. Ele foi preso no dia 03 de junho acusado de aliciamento de menores e estava encarcerado na Casa de Prisão Provisória de Gurupi.

De acordo com a polícia, o padre foi autuado com base nos artigos 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que tratam sobre divulgação de conteúdo pornográfico para menores, simulação de crianças em cenas de sexo explícito e aliciamento de menores com o intuito de praticar com eles ato libidinoso. A pena para esses crimes varia entre um e quatro anos de reclusão, além de multa.

As investigações sobre o caso continuam.