Palmas

Foto: Divulgação ministro esteve esse ano em Palmas visitando obras que estavam apenas na terraplanagem ministro esteve esse ano em Palmas visitando obras que estavam apenas na terraplanagem

A Prefeitura de Palmas publicou no Diário Oficial do município uma portaria conjunta que interdita as dependências do Estádio Nilton  Santos para uso por pessoas físicas e jurídicas  para eventos esportivos, artísticos e culturais. A interdição terá duração de 120 dias e pode ser prorrogada.

A portaria alega que a realização dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas e a necessidade de reforma e adequação do Estádio Nilton Santos e ainda as necessidades acerca da segurança e defesa civil durante o período de realização destes. Outra alegação é que durante a reforma as dependências  do Estádio Nilton Santos poderão oferecer riscos a demais  frequentadores que não estejam trabalhando na obra ou na  fiscalização.

A portaria é assinada pelo Presidente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer, Cleyton Alen Rêgo Costa, pelo Secretário Municipal Extraordinário dos Jogos Indígenas, Hector Fabio Valente Franco e ainda pelo Secretário Municipal de Segurança e Defesa Civil, Francisco Viana Cruz.

A prefeitura corre contra o tempo para construir todas as obras necessárias para os Jogos que acontecerão em outubro na capital. A obra da construção da vila olímpica entrou na segunda fase após a terraplanagem, segundo a prefeitura.

Lançamento

Conforme o Conexão Tocantins já informou  representantes indígenas de 24 etnias nacionais e 22 internacionais participarão entre os dias 23 e 25 de junho, em Brasília, do Congresso Técnico Internacional e do lançamento oficial da 1ª edição dos Jogos. O mundial será realizado de 20 de outubro a 1º de novembro de 2015, em Palmas, Tocantins. O evento faz parte de uma parceria entre o Ministério do Esporte, o Comitê Intertribal Memória e Ciência Indígena (ITC) com a participação da prefeitura municipal.

O objetivo do encontro é preparar os representantes para que eles repassem todas as informações obtidas no congresso aos membros das delegações que irão participar dos jogos. Como o público participante tem características diferentes e possui particularidades culturais que conferem a esse evento um alcance de diversidade nunca visto, o encontro será a oportunidade para discutir a logística, como translado das delegações, desde a cidade natal até Palmas, além de temas que envolvem questões como alimentação, alojamento, cultura entre outros.