Saúde

Foto: Divulgação

Felipe Siqueira Sousa completa 1 ano de vida no próximo dia 29 de junho e está aguardando há aproximadamente quatro dias por um diagnóstico de leucemia no Hospital Infantil de Palmas. Para que o diagnóstico aconteça, segundo os familiares, é aguardada uma agulha especial que a Saúde no Estado não dispõe. 

A família está apreensiva e foi informada que a agulha está em falta no Hospital há meses. Segundo explicou Vladimir Rosa, tio da criança, o sobrinho está em isolamento devido à suspeita da doença. Felipe já passou por transfusão de sangue e de acordo com o tio, a família já recorreu ao Ministério Público. O estado de saúde da criança é grave. "A doutora que atende ele diz que ele corre risco de vida e não podemos esperar. Aqui não tem tratamento para ele e o quanto antes diagnosticar a leucemia melhor porque a doutora tem que fazer um pedido para ele seja mandado para fora do Estado. A agulha está em processo licitatório há meses porque lá no hospital infantil tem outra criança no mesmo caso do Felipe para fazer o exame", afirmou.  

Sesau 

A Secretaria Estadual de Saúde informou ao Conexão Tocantins que o paciente está internado no Hospital Infantil de Palmas (HIP) sob os cuidados da equipe multiprofissional da unidade e ainda nesta quinta-feira, 25, passará por exame para fechar diagnóstico. Ainda segundo informações repassadas pela Sesau, a agulha especial necessária para o procedimento já foi adquirida pela Secretaria.