Estado

Foto: Divulgação 1ª Audiência Pública para a 3ª Conferência Estadual da Juventude aconteceu nesta sexta-feira, em Palmas 1ª Audiência Pública para a 3ª Conferência Estadual da Juventude aconteceu nesta sexta-feira, em Palmas

Com o objetivo de reunir representantes da juventude tocantinense para debaterem e propor políticas públicas voltadas para esta parcela da população, acontece durante todo o dia desta sexta-feira, 3, no Memorial Coluna Prestes, a 1ª Audiência Pública para a 3ª Conferência Estadual da Juventude. O encontro é realizado pelo Governo do Estado, através da Superintendência de Juventude da Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (SEELJ), e tem como tema As várias formas de mudar o Tocantins.

A vice-governadora Claudia Lelis participou do evento pela manhã afirmou que considera que este seja o primeiro passo de muitos que serão dados para traçar políticas públicas para a juventude tocantinense. “A audiência publica é sempre o melhor caminho, o caminho mais democrático para que possamos discutir as demandas e construir juntos políticas públicas voltadas para a juventude”.

A audiência reúne diversos segmentos de juventude do Tocantins, sociedade civil e poder público. “Juntos, vamos dialogar, discutir e construir políticas de Estado, para que se tornem definitivas. Serão propostos projetos e ações em prol de um estado melhor para todos", destacou o superintendente de Juventude da SEELJ, Ricardo Ribeirinha.

Política de Estado

Para ele, a audiência é o momento de dialogar, discutir e construir políticas de Estado, para que se tornem definitivas. “O Tocantins foi o pioneiro na implantação de políticas públicas de juventude, foi o primeiro estado a criar uma secretaria estadual com esta finalidade e, nos 26 anos, quando deveríamos estar colhendo os frutos desta dádiva, nós encontramos uma secretaria que precisa recomeçar de novo. Por isso, decidimos sentar à mesa e convidar todos os gestores passados de juventude. Decidimos não mais construir políticas de Governo e sim uma política de Estado e, por isso, convidamos a juventude para construir os próximos 26 anos de Tocantins”, conclama.

O presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Faculdade Católica do Tocantins, Ronaldo Cezar, afirma que momentos como este são necessários para manter o diálogo entre os jovens e governo. “Nós somos a vivência, nós sabemos a necessidade das demandas, esse contato onde nossa voz é ouvida deve ser mantido para que possamos construir juntos projetos que trarão melhoria para a juventude”, frisou.

Conferência

A audiência é uma preparação para a 3ª Conferência Estadual de Juventude, e vai debater temas como direito à cidadania, participação social e política, diversidade e igualdade, cultura, segurança pública, justiça profissionalização, educação, além de sustentabilidade, meio ambiente e protagonismo juvenil. Também serão discutidas a criação do Comitê de Políticas Intersetoriais da Juventude e a reativação do Conselho Estadual de Juventude.

As conferências regionais serão realizadas entre os dias 4 e 15 de agosto, em seis fases, envolvendo os 139 municípios. Já a conferência estadual ocorrerá nos dias 4 e 5 de outubro. Ao final da conferência, as pautas propostas serão registradas em carta para serem apresentadas aos órgãos competentes para execução de ações.