Saúde

Foto: Frederick Borges No verão também há ocorrência de doenças respiratórias, como pneumonias e alergias e as crianças são mais propensas a adoecerem No verão também há ocorrência de doenças respiratórias, como pneumonias e alergias e as crianças são mais propensas a adoecerem

No Tocantins, nesta época do ano, com as mudanças de temperatura e o tempo mais seco, é comum a ocorrência de doenças respiratórias. Segundo o otorrinolaringologista, médico do Hospital Geral de Palmas (HGP), Eduardo Lemos Silveira, é nesta época que aumentam as ocorrências de sinusite, renite, faringite e asma. “A baixa umidade do ar e sua poluição mais concentrada são as principais causas destas doenças, que surgem na maioria das vezes como uma reação alérgica”, explica.

O uso contínuo do ar condicionado para driblar a alta temperatura, segundo o especialista, deixa as vias aéreas mais vulneráveis e provoca choque térmico no organismo. “É preciso higienizar o aparelho para que ele não facilite a proliferação de ácaros, fungos, bactérias e mofo, que irão entrar em contato com as vias aéreas causando lesões inflamatórias”, enfatizou. 

Segundo o médico, cuidados como manter-se hidratado, utilizar toalhas úmidas ou umidificadores em ambientes mais fechados, comer frutas, legumes e verduras, praticar exercícios físicos regularmente, evitar locais fechados, lavar o nariz com soro fisiológico e usar hidratante nasal, contribuem para manter a saúde nesta estação. 

“É importante que as pessoas alérgicas mantenham o tratamento que já fazem em dia e que as demais, ao primeiro sinal de desconforto, procurem um médico para evitar que o quadro evolua para uma pneumonia, por exemplo”, destacou o médico. 

A farmacêutica Renata de Siqueira aprendeu desde cedo a ter cuidados básicos com o ambiente para evitar as crises alérgicas. Com sinusite desde a adolescência, ela destaca as precauções que tem em casa. “Não uso tapetes felpudos, evito pelúcias, a casa tem o pó retirado todos os dias com pano úmido. No inverno, os colchões e travesseiros vão para o sol e no verão sempre tenho umidificador no quarto e mantenho as janelas fechadas nos horários em que o vento é mais forte para evitar a poeira”, relata. (Ascom Sesau)