Campo

A Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas-TO) participa do Japan & Asian Food Show, que acontece em São Paulo-SP de 3 a 5 de agosto e é voltado para o mercado de culinária asiática. Durante o evento, será lançado o livro "Peixes nativos do Brasil: pirarucu, surubim e tambaqui / Como comprar, armazenar e preparar", que tem como editora técnica a pesquisadora Hellen Kato.

O livro é uma edição conjunta entre a Embrapa e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A apresentação da obra, que tem 74 páginas, é feita por Luiz Barretto, presidente do Sebrae Nacional, e por Carlos Magno Campos da Rocha, chefe geral da Embrapa Pesca e Aquicultura.

"Com uma linguagem direta e simples, fundamentada por gráficos, ilustrações e imagens, este material orienta como comprar, estocar e preparar, inclusive com cortes nobres, esses peixes nativos, a fim de colocar cada vez mais no cardápio dos brasileiros alimentos produzidos no país. Tudo feito de acordo com os mais exigentes critérios internacionais de qualidade", aponta o texto.

A Embrapa estará presente no estande do Sebrae durante o evento. Haverá também prospecção de demandas para eventuais futuros trabalhos da empresa nessa área. E a pesquisadora Hellen dará uma palestra sobre o uso de peixes da Amazônia na culinária asiática.

Eric Routledge, chefe adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Pesca e Aquicultura, considera importante a participação em eventos como o Japan & Asian Food Show: "A partir da compreensão das melhores características que este mercado demanda, podemos redirecionar nossos esforços, focando os tipos de peixes que são mais procurados, visando à sua domesticação e ao emprego de tecnologias para aumentar sua qualidade".

Encontro

Durante o evento, haverá reunião do comitê gestor do Projeto Pirarucu, desenvolvido em conjunto pela Embrapa, pelo Sebrae e pelo Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA). O projeto é liderado pela pesquisadora Adriana Ferreira Lima, que participará da reunião.

"A Embrapa irá informar sobre o andamento do projeto, incluindo os resultados parciais, as percepções obtidas durante os cursos de capacitação realizados este ano, e discutir o planejamento do último ano de execução do projeto, que tem prazo para conclusão no meio de 2016", explica Eric, que também participará do encontro.

Por: Redação

Tags: Embrapa, Eric Routledge