Polí­tica

Foto: Divulgação Deputado Mauro Carlesse está detido nas dependências da Assembleia Legislativa do Tocantins Deputado Mauro Carlesse está detido nas dependências da Assembleia Legislativa do Tocantins

Os advogados Romeu Tuma Junior e Marco Fabio Evanchuca, que defendem Rosângela Carlesse, oficialmente mulher do deputado estadual Mauro Carlesse (PTB), afirmaram por meio de nota encaminhada ao Conexão Tocantins, que causou estranheza a manifestação do deputado sobre o valor da pensão alimentícia determinada pela justiça em favor de Rosângela. O deputado está preso em seu gabinete na Assembleia Legislativa por decisão do Juízo da Segunda Vara Cível da Comarca de Barueri, Estado de São Paulo.

Segundo a nota, o deputado possui inúmeras outras fontes de renda provenientes dos bens do casal que estão sob sua posse e administração. De acordo com as afirmações em nota, não é razoável que o deputado, membro da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, tente levar à opinião pública informações inverídicas para justificar sua prisão. "Sua prisão motivada por não respeitar uma decisão judicial, da qual não cabe mais recurso, em detrimento da mãe de suas filhas, mulher que esteve ao seu lado por mais de 25 anos", segundo os advogados. 

O advogado Romeu Tuma Junior explicou em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta quarta-feira, 05 de agosto, que Rosângela está separada do deputado Carlesse mas no papel ainda são casados. "Ela civilmente é esposa porque não há divórcio. Ele não aceita o divórcio porque não quer dividir os bens e como ele administra os bens, ele fica com todo o recurso. Eles não estão vivendo juntos mas tecnicamente, oficialmente, ela é esposa", explicou. 

O advogado Romeu Tuma ainda explicou o porquê de Rosângela ter direito a pensão. "Você não viver junto não quer dizer que você é ex. No papel eles não estão divorciados e não necessariamente eles precisam viver juntos, por isso, ela tem direito a pensão. Eles estão separados, mas não estão divorciados. Ele abandonou a casa arrumou uma outra jovem mulher e foi embora. Ela pede o divórcio e ele não dá o divórcio. Quando ela pediu o divórcio ele parou de pagar a pensão", afirmou Tuma. 

Confira nota na íntegra

Nota/Resposta à notícia sobre a prisão do Deputado Mauro Carlesse

Causa muita estranheza a manifestação do Sr. Mauro Carlesse sobre o valor da pensão alimentícia determinada pela Justiça em favor de sua esposa, face seus rendimentos e bens, pois diversamente do que faz crer na entrevista concedida, o ilustre Deputado possui inúmeras outras fontes de renda provenientes dos bens do casal que estão sob sua posse e administração. 

Não é razoável que um parlamentar,  membro da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, tente levar à opinião pública informações inverídicas para justificar sua prisão, motivada por não respeitar uma decisão judicial, da qual não cabe mais recurso, em detrimento da mãe de suas filhas, mulher que esteve ao seu lado por mais de 25 anos.

O tempo e as autoridades competentes, se incumbirão de mostrar ao povo Tocantinense, a verdade sobre esses e outros fatos, ainda mais graves de âmbito criminal, que estão sob segredo profissional e de justiça. 

A respeito das facilidades com que se regozija no cumprimento de sua prisão, serão objeto de embargos na instância competente, inclusive relativamente a quebra de seu decoro parlamentar. 

Dr. Romeu Tuma Junior e Dr. Marco Fabio Evanchuca

Advogados da Sra. Rosângela Carlesse (esposa do Deputado, pois ele se recusa a divorciar-se dela por conta da divisão de bens).