Campo

Foto: Divulgação

Visando dar continuidade ao processo de organização e planejamento do setor apícola do Tocantins, a Câmara Setorial da Apicultura (CSA) realiza nessa terça-feira, 11, das 9 às 17h, no auditório da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), uma oficina objetivando a elaboração do planejamento estratégico para o período de 2016 a 2019.

Participam da oficina, representantes de instituições governamentais, presidentes de cooperativas e associações de apicultores de diversos municípios do Tocantins. A CSA foi criada em 2004, com o objetivo de trabalhar em equipe para alavancar o setor no Estado com competitividade e sustentabilidade.

Essa é a segunda oficina realizada este ano, na primeira, em junho, foi feito o levantamento da realidade do setor apícola, com seus pontos fortes e fracos, ameaças e oportunidades. “Nessa segunda oficina pretende-se elaborar as atividades de curto, médio e longo prazo, bem como firmar novas parcerias, com objetivo de fortalecer o setor apícola”, disse a diretora de Políticas para Pecuária da Seagro, Erika Jardim.

A diretora enfatizou que o desenvolvimento do setor de forma ordenada é fruto do esforço da Câmara, que desde que foi instituída tem sido fundamental para as estratégias de ação junto ao setor.

Membros da Câmara

A CSA é composta de 24 membros, sendo representantes da Seagro, Sebrae Tocantins, Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins), Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Superintendência Federal da Agricultura (SFA), Universidade do Tocantins (Unitins), Unitins Agro, Agência de Fomento, Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Secretaria de Agricultura de Palmas (Sagri), Faculdade Católica do Tocantins, Secretaria de Educação e Cultura (Seduc), Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Setas), Secretaria de Planejamento (Seplam), Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e Federação Tocantinense de Apicultura (Fetoapi).