Polí­tica

Foto: Gerdan Wesley

O senador Ataídes Oliveira (PSDB/TO) reagiu à publicação, nesta terça-feira, 11, do decreto presidencial que reduz em 12 meses o prazo para pagamento do saldo da dívida com o FIES, o Fundo de Financiamento Estudantil, programa destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas. “Um presente de grego, em pleno Dia do Estudante”, salientou.

Ataídes destacou que a nova regra vai prejudicar exatamente quem mais precisa do FIES, ou seja, os alunos mais carentes “É por essas e outras que temos denunciado por diversas vezes as mentiras do governo Dilma em relação ao financiamento estudantil. O programa é estratégico para a inclusão e social de nossos jovens, mas ficou insustentável depois da farra de gastos promovidos pelo governo para ganhar votos em 2014”.