Polí­cia

Foto: Divulgação

Uma operação de combate ao tráfico de drogas, deflagrada na noite da última quinta-feira, 1°de outubro, por policiais civis da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (Denarc), sob o comando do delegado Guilherme Rocha, resultou na desarticulação de mais um ponto de venda de drogas e na apreensão de várias porções de maconha, aproximadamente 1000 papelotes da droga sintética conhecida como LSD, e na prisão de cinco indivíduos suspeitos pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, em Palmas.

Conforme o delegado, a ação teve início após a equipe de investigadores da Denarc ter recebido várias denúncias de que um bar, localizado no Centro da Capital estaria sendo usado como ponto de venda e distribuição de drogas. Diante dessas informações, os agentes deslocaram-se até o estabelecimento comercial e montaram uma campana, a fim de monitorar a ação dos suspeitos que ali se encontravam.

Após algum tempo, os investigadores perceberam quando Pedro Augusto de Oliveira, de 25 anos estava deixando o bar carregando consigo uma sacola. De imediato ele foi abordado, sendo que os policiais encontram em seu poder, algumas porções de maconha, além de mais de 50 papelotes de LSD. Desta forma, ele foi preso pelo crime de tráfico de drogas.

Em seguida, os policiais adentraram no imóvel e, após realizar buscas no local, encontraram e apreenderam algumas porções de maconha e aproximadamente 1000 pontos de LSD, os quais estavam espalhados em quase todos os cômodos do bar comprovando, assim que, de fato, o bar era usado como “Boca de Fumo”.

Os policiais civis efetuaram a prisão, pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de; Yuri Osório dos Passos, de 21 anos idade, Nícolas Espíndola da Silveira, de 22 anos de idade, Alexander Chinelato, de  23  anos e Raphael de Brito de 25 anos  de idade, os quais residiam nas dependências do bar e realizavam a comercialização da droga apreendida. Todos os presos foram conduzidos à sede da Denarc e, após os procedimentos que a lei determina, foram recolhidos à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Para o delegado Guilherme, o fechamento de mais um ponto de venda de drogas representa um duro golpe contra o tráfico de drogas em Palmas. “Estamos muito satisfeitos com o resultado dessa operação, pois conseguimos apreender uma grande quantidade de drogas e, ainda efetuar a prisão de cinco pessoas suspeitas de envolvimento com a venda de drogas, sobretudo sintéticas, como é o caso do LSD. As ações da Denarc seriam intensificadas e, dentro em breve, novas prisões e apreensões poderão acontecer”, frisou.