Educação

Foto: Jaqueline Moraes

Os professores da Universidade Federal do Tocantins (UFT) câmpus Palmas, decidiram encerrar a greve da categoria que persiste por mais de quatro meses. A decisão veio em Assembleia Docente na manhã desta quinta-feira, 08, que tinha o objetivo de discutir o indicativo de saída de greve dos professores. 

Encaminhada a votação, ficou deliberada a saída unificada da greve para o dia 13 de outubro. Com 40 votos favoráveis, dois contrários e três abstenções. O retorno às aulas no Câmpus de Palmas foi votado e aprovado para o dia 19 de outubro.

De acordo com a professora Olivia Maia, ainda hoje, todos os sete câmpus reúnem-se para tratar do mesmo assunto. "Amanhã a gente vai ter a reunião de homologação das atas para ter um resultado geral da UFT", afirmou.

Está previsto para o pós-greve a realização da Assembleia Universitária Regimental, para discutir questões estruturais da universidade, com participação paritária de professores, técnicos e alunos.

Os técnico-administrativos da UFT retornaram ao trabalho nesta quinta-feira.