Economia

Foto: Divulgação

A quarta data mais importante para o setor do comércio, o Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de outubro, será mais generoso para as crianças palmenses. Foi o que apontou a pesquisa de expectativa de consumo realizada em Palmas, Araguaína e Gurupi, pelo Instituto Fecomércio Tocantins, em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT. A pesquisa completa pode ser acessada no link http://www.institutofecomercioto.com.br/pagina-pesquisas-sazonais.html.

Na Capital, 72,3% afirmaram que presentearão, seguida por Gurupi, com 60,5% de intenção e Araguaína, com 58,8%. Mas, refletindo o cenário recessivo da economia nacional, a mesma pesquisa revelou uma significativa redução na intenção de compras em Palmas na comparação com o ano passado. Em 2014, esse número foi de 93,1% entre os palmenses. A média das três cidades ficou em 63,8%, revelando um recuo de 15,6% com relação ao ano passado, que registrou a média de 79,5%.

Em Palmas, a intenção é presentear os filhos (37,5%) com brinquedos (45,3%), adquirindo de um a dois presentes (62,6%) e fazendo essas compras em shoppings (34,2%). A intenção de gasto com os presentes ficou entre R$ 100 e R$ 150 reais (31%), com pagamento em dinheiro (48,3%) e o desconto no preço foi o item mais apontado (29,5%) como fator decisivo para a compra.

Em Araguaína, 58,8% confirmaram o desejo de presentear os filhos (40%), comprando brinquedos (63,4%), adquirindo de um a dois presentes (80,3%) e gastando até R$ 50 reais (44,8%). Com 79,9%, o comércio de rua foi o local mais apontado para essa compra. O pagamento em dinheiro foi a forma mais apontada (64,1%), e o desconto no preço foi o item mais apontado como determinante para a compra (29,3%).

Em Gurupi, dos entrevistados, 60,5% afirmaram que pretendem presentear seus sobrinhos (33%). O item mais apontado como presente também foi brinquedo (66,3%), adquirindo também de um a dois itens (72,1%). O comércio de rua foi o local de compra escolhido (79,2%) e a pretensão de gasto ficou em até R$ 50 reais (32,6%). A forma de pagamento mais citada foi em dinheiro (76%), o desconto no preço foi o fator decisivo para a compra (33,1%).

Por: Redação

Tags: Dia das Crianças, Fecomércio