Palmas

Os profissionais de enfermagem do município de Palmas, aceitaram a proposta e suspendem o movimento grevista. A categoria aceitou a proposta da prefeitura de Palmas, na noite de quinta-feira, 29, em assembleia realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Enfermagem (SEET).

Antes da reunião, o presidente do SEET, Claudean Pereira Lima, foi chamado para uma reunião com os gestores do município para apresentação de uma nova proposta feita pelo governo. Com isso, o SEET levou a conhecimento da categoria a nova proposta para que os profissionais decidissem pela aprovação ou não da propositura apresentada.

Assim após várias pontuações realizadas pelos colegas a categoria deliberou pela suspensão do movimento grevista e aceitação da proposta, contudo os profissionais mantém o estado de greve até que se cumpra o acordo. Mesmo considerando que a proposta não atende integralmente as reivindicações dos profissionais, a categoria acredita que na atual conjuntura seria viável a aceitação, “na atual situação que estamos vivenciando, é melhor efetivar o pagamento deste direito, até porque essa forma de pagamento será provisória, até que se faça a perícia”, pontuou a técnica de enfermagem Marlândia de Sousa.

“Estávamos preparados para parar, mas a categoria acredita que neste momento seja mais viável a aceitação da proposta, além disto, a luta da enfermagem é constante e ainda temos muitas pautas a serem vencidas, iniciamos um processo importante para os profissionais e continuaremos a negociação dos nossos direitos”, afirmou Claudean Pereira.

Proposta

A Prefeitura de Palmas aceitou a contraproposta dos profissionais de enfermagem, em relação ao prazo (90 dias) estabelecido pela categoria para o cumprimento do Plano de Cargo, Carreira e Vencimentos, manteve o percentual de insalubridade de 20% para os profissionais que laboram nas UPAS e Samu e 10% para os profissionais das demais unidades. Outro ponto foi à data do início de pagamento, adiantando para a folha de fevereiro/2015.