Esporte

Foto: Júnior Suzuki

Cerca de 500 Indígenas estiveram presentes neste sábado, 31, na Vila dos Jogos para a disputa da Corrida de Fundo, prova que teve parte do percurso em chão de terra e parte de asfalto na Avenida Teotônio Segurado e imediações. A primeira largada foi na categoria masculina, e aconteceu às 8h30, logo após a saída dos homens, as mulheres que foram para a prova.

Com um percurso de 8,4 km para ambas categorias, os estrangeiros dominaram, tanto no feminino quanto no masculino.

O primeiro a cruzar a linha de chegada foi o canadense Rilee, que comemorou o feito, lembrou da família e falou sobre sua impressão a respeito do Brasil.

"Estamos muito felizes em fazer parte desta festa maravilhosa aqui no Brasil e celebrar com os nossos irmãos. Perdemos muitos parentes no passado e essa vitória é dedicada à minha família. Quando eu for embora vou sentir muitas saudades, especialmente do churrasco brasileiro", afirmou Rilee.

Na categoria feminina, a grande campeã foi a atleta peruana Pilar Villogos, que chegou com um pouco de dificuldade, devido ao calor, mas manteve distância das adversárias. A vice-campeã foi a canadense Lannie Houk, e a terceira posição com a Rayani, da etnia Xambioá Karajá.

"Tô muito feliz pela vitória, feliz por estar representando meu país que é o Peru, e minha cidade Caballococha. Me emociono quando lembro dos meus pais, e das minhas companheiras que sempre me apoiam. Vamos Peru!", afirmou Pilar Villogos, primeira mulher campeã da corrida de fundo, dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas.

A premiação da competição disputada nesta manhã acontece logo mais às 16 horas na Arena dos Jogos. (Secom Palmas)