Polí­cia

Foto: Divulgação PM realiza operação com efetivo administrativo para reforço do policiamento ostensivo em todo o Estado PM realiza operação com efetivo administrativo para reforço do policiamento ostensivo em todo o Estado

A Polícia Militar do Tocantins desencadeia nesta sexta-feira, 20, a partir das 14h, mais uma Operação Integrada com foco na prevenção e combate ao crime em todo o Estado. A iniciativa consiste no emprego do efetivo administrativo e operacional de todas as Unidades da capital e do interior, em reforço ao policiamento de rotina, tendo como alvos principais as áreas comerciais e residenciais.

Durante as ações serão realizadas blitzes de trânsito em pontos estratégicos e nos pontos considerados críticos em todas as cidades do Estado, onde serão efetuadas abordagens em pessoas e veículos suspeitos, com atenção especial às motocicletas e ônibus.

Também serão reforçadas as atividades de policiamento ostensivo a pé e motorizado, com ações proativas, a fim intensificar a presença da Polícia Militar nos centros urbanos, transmitindo à população um aumento de segurança e a diminuição dos números de ocorrências.

Além do policiamento ordinário, também serão empregados na Operação Integrada o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), a Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE) e o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual e de Divisas (BPMRED).

Coordenam a Operação o coronel Felizardo Ramos dos Santos, do Comando de Policiamento da Capital (CPC), o coronel Luiz Carlos Barbosa Ferreira, do Comando de Policiamento do Interior (CPI), e o coronel Wagner Vieira da Cunha, do Comando do Policiamento Especializado (CPE).

De acordo com o comandante geral da Polícia Militar, coronel Glauber de Oliveira Santos, “a instituição está trabalhando diuturnamente para o combate à criminalidade, através de diversas estratégias que tem gerado resultados positivos, cumprindo de forma eficaz e satisfatória seu papel, garantindo a preservação da ordem e a proteção da vida, dos bens e direitos, pois a segurança pública é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos”.