Cultura

Foto: Divulgação

Pioneira da dança na Capital tocantinense, a bailarina, coreógrafa e diretora da Contágius - Escola de Dança, Meire Maria Monteiro encerra mais um ano de atividades com um belo espetáculo reunindo suas alunas para contar, na dança, uma das fábulas mais famosas do cinema, O Mágico de Oz. Segundo ela, o desafio resultou em um belo espetáculo, que poderá ser conferido pelo público nesta terça-feira, 24, em duas sessões, 18h15 e 20h15, e quarta, 25, a partir das 20 horas. Os ingressos valem R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia para estudantes).

Nesta versão coreografada do clássico de 1939 O Mágico de Oz, as aventuras de Dorothy e seus amigos Espantalho, Homem de Lata e Leão Covarde são recontadas de uma maneira lúdica e inusitada, com a participação de todas as bailarinas da escola e mesclando as técnicas do ballet clássico, dança contemporânea e jazz. E claro, não faltam as canções que eternizaram a trilha  sonora original do filme, como Over the Rainbow, If only had a Brain e If only had a Heart.

O projeto

O espetáculo O Mágico de Oz integra a programação do projeto Palmas para a Dança, que reúne as escolas de dança Injoy, Contagius e Verbo em uma sequência de apresentações no Theatro Fernanda Montenegro, no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho.

A estreia ocorreu no último dia 20, com o espetáculo Disney – Um sonho de viagem, da Injoy, e termina no próximo fim de semana, com Haja Luz!, uma montagem da Verbo. Assinam a direção geral Lorena Gontijo, Meire Maria Monteiro e Raquel Galvão.

O projeto tem o apoio da Prefeitura de Palmas, através da Fundação Cultural, custeio com recursos próprios das escolas de dança, além de patrocínios de empresas privadas e colaboração de pais e familiares das alunas.