Esporte

Foto: Divulgação

O piloto João Vieira, de 18 anos, retornou à Itália nesta quarta-feira, 25, depois de algumas semanas no Brasil. Nesse tempo ele esteve na Seletiva Petrobras de Kart e no Grande Prêmio do Brasil de F1, além de estar com a família em Palmas/TO. Embora a temporada de 2016 ainda esteja longe para começar, João Viera já está trabalhando duro para ultimar os preparativos visando a sua terceira temporada consecutiva no automobilismo europeu.

Depois de disputar o Italian F4 Championship em 2014 e 2015, com resultados bastante significativos, sua escolha para o próximo ano recairá sobre o FIA F3 European Championship ou no Eurocup Formula Renaul 2.0.  Residindo atualmente em Forlì, a 70 km de Bolonha, João Vieira tem a sua carreira gerenciada pela Minardi Management, do ex-chefe de equipe de F1 Giancarlo Minardi e seu filho Giovanni.

Independentemente da escolha a ser feita, o campeão brasileiro de kart de 2013 (Graduados) já estará na Europa a partir desta quinta-feira para iniciar os testes o quanto antes. “É super importante começar logo a preparação. Quanto mais a gente conseguir treinar antes do início do campeonato, melhor a chance de ir bem. É por isso que já vou ficar a postos desde já”, disse João Vieira, que sabe bem o que diz. Antes da sua estreia, em 2014, teve oportunidade de andar no carro apenas alguns dias antes da programação oficial. “Fui conhecer o carro, mesmo, na corrida”, relembra o piloto que correu na Antonelli Motor Sport.

Em busca da melhor opção

Há duas frentes de ação trabalhando fortemente neste momento para pavimentar o caminho de João Vieira para 2016. Enquanto os Minardi negociam para que o piloto tocantinense tenha ao seu dispor o melhor pacote possível, o seu grupo de gerencimaneto no Brasil busca fechar os necessários contratos de patrocínio para a continuidade da carreira.

“Sem dúvida que o budget é importante porque eu ainda não tenho toda a verba que vou precisar, mas a gente vai escolher considerando o meu aprendizado, o conhecimento de pistas novas e a quantidade de testes que poderei fazer”, resumiu o piloto, cujo planejamento é ter tudo definido antes do Natal.

O piloto já teve um primeiro contato com o carro da Fórmula Renault 2.0. A oportunidade surgiu durante um teste da categoria no circuito espanhol de Jerez, ocasião em que conduziu o carro da equipe italiana JD Motorsport. “Em termos de motor não há muita diferença”, comparou João Vieira com a F4. “A grande diferença está na maior quantidade de recursos aerodinâmicos, o carro responde rápido a qualquer coisa que a gente faça”, explicou.