Polí­tica

Foto: Divulgação

Na última quinta-feira, após ser lido o relatório do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) na sessão da Comissão de Finanças, Tributação, Fiscalização e Controle, na tarde desta quinta-feira, dia 26, apresentado pelo relator deputado Amélio Cayres (SD), o deputado da oposição, Olyntho Neto (PSDB) pediu vistas da matéria. A solicitação foi concedida pelo próprio Amélio Cayres que também é o presidente da comissão. Segundo o peessedebista, a intenção é analisar melhor as propostas de rejeição apresentadas pelo relator, referente a várias emendas dos deputados.

Cayres garantiu que cumprirá o regimento, concedendo vistas a qualquer parlamentar que, porventura, venha recorrer, como a deputada Luana Ribeiro (PR) que também pediu vistas do processo. Luana desistiu logo em seguida, alegando que tinha sanado suas dúvidas, mas mesmo assim Cayres manteve a solicitação.

 De acordo com o Regimento Interno, os deputados dispõem de 36 horas para devolver o projeto para a comissão. O maior impasse é com relação ás emendas dos parlamentares, algumas recusadas pelo relator. Olyntho alega que vai apresentar um estudo da LDO.

A expectativa é que a LDO seja devolvida e vá para votação ainda esta semana enquanto isso é aguardada para os próximos dias a entrada da Lei Orçamentária Anual – LOA do próximo ano e também o Plano Plurianual dos próximos quatro anos.