Educação

Foto: Divulgação Valdete Pagani acredita que equipe gestora devidamente capacitada proporcionará a melhor qualidade da educação Valdete Pagani acredita que equipe gestora devidamente capacitada proporcionará a melhor qualidade da educação

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), lançou uma manifestação de interesse que regulamenta a contratação dos serviços de uma empresa de consultoria para a realização de formação dos diretores escolares e Liderança Educacional em técnicas de coaching.

A formação tem como foco desenvolver os instrumentos para um modelo de gestão baseado na escola, que atenderá os 504 diretores escolares das 504 unidades de ensino do Estado, sendo que, 135 escolas serão contempladas com a formação em coaching.

“Essa é uma proposta da política de educação integral e humanizada, que juntamente com o Banco Mundial realizará um projeto piloto com as 135 escolas, escolhidas aleatoriamente pela equipe do Banco, visando preparar os gestores em novas técnicas de ensino e aprendizagens. Acreditamos que se a equipe gestora estiver devidamente capacitada, proporcionará a melhor qualidade da educação”, explicou a diretora de Gestão Educacional da Seduc, a professora Valdete Pagani.

Os critérios exigidos para a empresa participar da licitação estão disponíveis no edital, que está publicado na página da Secretaria de Planejamento e Orçamento (Seplan), no link PDRIS, no arquivo Divulgação de Solicitações 2015.

Os recursos para a contratação da empresa são provenientes do Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), que investe no Tocantins, em ações de implementação do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS).

A consultoria será selecionada de acordo com os procedimentos estabelecidos pelo Banco Mundial para a Seleção e Contratação de Consultores por mutuários do Banco Mundial de janeiro de 2011. O método utilizado será a Seleção Baseada na Qualidade e no Custo (SBQC).