Educação

Foto: Josélia de Lima Equipe ajusta detalhes da preparação do seminário Equipe ajusta detalhes da preparação do seminário

Começará nesta terça-feira, 15, às 19h, o Seminário em Alfabetização de Jovens e Adultos – PBA e Educação do Campo e Quilombola, que será realizado no auditório do Palácio Araguaia. Está prevista a participação de 270 pessoas, entre representantes das Secretarias Municipais de Educação e das Diretorias Regionais de Ensino.

Participará da abertura, Mauro José da Silva, coordenador nacional do programa Brasil Alfabetizado do Ministério da Educação (MEC/Secadi), que falará sobre o tema: “avanços e perspectivas dos jovens e adultos no Brasil”.

O seminário vai até o dia 17, e serão discutidos temas como desafios e possibilidades para a implantação da educação do Campo e Quilombola e os programas Saberes da Terra e Olhar Brasil.

O programa Brasil Alfabetizado prevê a redução dos índices de analfabetismo. Este ano, por meio do programa, foram atendidos 42 municípios chamados de prioritários. “Estes ainda com índices de 20% de analfabetismo”, explicou Eliziete Viana Paixão, gestora estadual do programa Brasil Alfabetizado no Tocantins. Em 2015, foram atendidos uma média de três mil alunos. Em 2016, a proposta é levar a alfabetização para 15 mil estudantes e beneficiar todos os 139 municípios.