Saúde

Foto: Sara Cardoso

Nesse mês de janeiro a região de saúde a ser contemplada com os serviços das unidades móveis da Oftalmologia Saúde para Todos é região do Cantão, que é composta pelos municípios de Abreulândia, Araguacema, Barrolândia, Caseara, Chapada de Areia, Cristalândia, Divinópolis, Dois Irmãos, Lagoa da Confusão, Marianópolis, Monte Santo, Nova Rosalândia, Paraíso do Tocantins, Pium e Pugmil.

A partir do próximo dia 26 as unidades estarão posicionadas na cidade de Paraíso, em local ainda a definir, e vão oferecer consultas e cirurgias de catarata a pessoas com mais de 55 anos. Do dia 26 ao dia 30 ocorrerão as consultas, de 28 a 02 acontecerão as cirurgias e o pós-operatório segue até o dia 5 de fevereiro.

“Essa será a segunda região de saúde que vamos levar o serviço, uma região que conta com uma média de 122.419 habitantes em 15 municípios e que muitas destas pessoas necessitam de atendimentos oftalmológicos. Vamos entrar em contato com os secretários de Saúde e organizarmos a ida dessas pessoas para o atendimento em Paraíso”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Samuel Bonilha.

Esta será a segunda ação do programa Saúde para Todos, que vai percorrer todas as oito regiões de saúde do Tocantins. A primeira ocorreu no mês de dezembro na cidade de Guaraí atendendo aos 23 municípios da Região de Saúde Cerrado Tocantins Araguaia. Na primeira ação foram contabilizados 18.761 procedimentos, como paquimetria, mapeamento de retina e tonometria, 3.357 consultas e 1.689 cirurgias de catarata.

“Nossa primeira experiência com o serviço foi altamente satisfatória e atendeu ao anseio do governo do Estado de levar a saúde a quem mais precisa. Foram milhares de serviços oferecidos sem nenhum registro de intercorrência. Esperamos que a próxima etapa seja tão boa quanto essa”, reforçou o secretário Bonilha.

Como na primeira ação, os procedimentos realizados serão pagos conforme valores estabelecidos na tabela unificada do Sistema Único de Saúde (SUS) e os atendimentos serão regulados pela Central de Regulação do Estado.

Por: Redação

Tags: Samuel Bonilha