Estado

Foto: Divulgação

Os membros e aliados do governo estão na expectativa para que o governo estadual anuncie oficialmente a reforma administrativa que deve enxugar a máquina e os custos. Aliados políticos e deputados da base afirmaram que o governador Marcelo Miranda (PMDB) deve fazer os últimos ajustes e anunciar as mudanças.

Aliados garantem que o governador já definiu o que vai mudar e teria chegado a apresentar para o Grupo Gestor de Controle e Eficiência do Gasto Público.

Um deputado ouvido pelo Conexão Tocantins afirmou que  um estudo minucioso foi feito e que algumas pastas  afins devem ser unificadas buscando otimizar a máquina. Com relação a trocas de auxiliares do primeiro escalão, a definição depende exclusivamente do governador Marcelo Miranda porém duas saídas são dadas como certas: a de Samuel Bonilha da Saúde, que teria manifestado interesse em sair, e o da Fazenda, Paulo Afonso Teixeira que enfrenta pressão e desgaste por parte dos servidores e Sindicatos.

A reforma deve ser encaminhada para a Assembleia Legislativa do Tocantins assim que os deputados voltarem do recesso parlamentar.