Polí­cia

Foto: Divulgação

No final da tarde desta terça-feira, 26, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) realizou uma coletiva de imprensa com integrantes da Polícia Científica e da Polícia Judiciária Civil, no intuito de esclarecer detalhes sobre as investigações sobre a morte do servidor público Wanderson Rodrigues Lira, 34, ocorrida na última segunda-feira, 25, em Palmas.

A entrevista coletiva teve início com a fala da perita da Polícia Científica, Gleisejane Almeida que explicou, de forma detalhada, sobre a perícia realizada no local onde o corpo do servidor público foi encontrado e fez uma análise das marcas e ferimentos encontrados no corpo da vítima. Em seguida, o médico legista e diretor do Instituto Médico Legal, Jorge Guardiola falou sobre os procedimentos de necropsia realizados no corpo de Wanderson indicando que possivelmente à vítima tenha sido morta por asfixia.

Logo após as explicações técnicas, o Delegado João Sérgio Vasconcelos Kenupp, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e responsável pelas investigações sobre o caso, detalhou os passos da investigação até agora, indicando, inclusive a linha de investigação que está sendo seguida pela delegacia, a qual aponta para Jheymes Sobrinho Ilder, que de acordo com as investigações, é considerado o principal suspeito pelo crime, ressaltando ainda que o homem já é considerado foragido pela da justiça.

Tais suspeitas se fundamentam no fato de que Jheymes esteve em companhia da vítima durante a noite da segunda-feira, 25 e madrugada do dia 26, quando, por volta das 4h30min, teria ocorrido um desentendimento entre ambos na residência da proprietária da casa em que os dois estavam residindo.

No entanto, após a briga, os dois teriam voltado para a kitnet que dividiam e, a partir daí, nada mais teria sido ouvido, sendo que o corpo de Wanderson foi encontrado por volta do meio dia da segunda-feira. Ainda conforme as investigações, o suspeito teria subtraído o aparelho celular e um Ipad de propriedade da vítima e fugido, tomando rumo ignorado.

O delegado afirmou também, que as investigações foram intensificadas no sentido de localizar e prender o mais rapidamente possível, o principal suspeito pelo crime.