Turismo & Lazer

Foto: Divulgação

O carnaval é sinônimo de festa com muita música e agito, porém, para quem não é fã de confetes, fantasias e marchinhas ou para quem deseja fazer algo diferente do convencional, este feriado pode ser uma oportunidade para trocar a folia por lugares tranquilos, nos quais seja possível desfrutar de incríveis paisagens naturais.

O Tocantins possui muitos destinos em que a natureza é o principal atrativo. Com cenários belíssimos, além de fauna e flora característicos, os viajantes desfrutam de uma aventura quase selvagem por serras, rios, dunas, cânions, cachoeiras e muito mais. Confira abaixo alguns dos lugares mais procurados:

Jalapão

O Jalapão já se consolidou como um dos principais destinos de ecoturismo e turismo de aventura do Brasil. É ideal para quem quer aproveitar os dias de feriado para conhecer a região de cerrado mais bem preservada do País. Localizada no leste do Estado, seus principais atrativos estão distribuídos pelos municípios de Ponte Alta do Tocantins, Mateiros, São Félix do Tocantins e Novo Acordo.

A região compreende 34 mil km², composta de chapadões, serras, dunas, rios encachoeirados, nascentes, praias e impressionantes formações rochosas.  Seus principais atrativos incluem a Pedra Furada, o Cânion Sussuapara, a Cachoeira do Lajeado, os fervedouros, a Cachoeira do Formiga, o Morro da Catedral e a Cachoeira da Velha.

Outros locais muito visitados são as dunas, compostas por areias finas e douradas  que chegam a 40 metros de altura; e os povoados  Mumbuca e do Prata, que são comunidades formadas por remanescentes de quilombo, onde é possível comprar o artesanato do famoso capim dourado. Os visitantes podem ainda fazer trilha subindo a Serra do Espírito Santo, fazer rafting no Rio Novo e ainda praticar atividades como o cicloturismo.

Como Chegar: Saindo de Palmas pela rodovia TO-050, roda-se 64 km até chegar a Porto Nacional. De lá, percorre-se mais 116 km pela TO-255 até a cidade de Ponte Alta do Tocantins. Depois, é seguir as placas até os atrativos, sempre por estradas não pavimentadas – por isso é recomendável o uso de veículos com tração 4x4.

Cantão

A região do Cantão abriga o encontro dos biomas Amazônia e Cerrado, maiores ecossistemas brasileiros. Seus mais de 800 lagos servem de berçário natural para populações de peixes.  O Parque Estadual do Cantão abriga algumas espécies ameaçadas de extinção, como a onça-pintada e a ariranha. No Local, também já foram catalogadas cerca de 300 espécies de aves, das quais 33 são endêmicas.

O Cantão é muito procurado por observadores de aves e adeptos da pesca esportiva. Os turistas ainda podem fazer trilha aquática e cicloturismo.

Quem vai ao Cantão, se quiser se aventurar ainda mais, pode aproveitar para conhecer a Ilha do Bananal - que ocupa um espaço de 20 mil km² e é considerada um dos mais importantes locais de preservação ecológica do Brasil, desde 1959, quando foi instituída como reserva ambiental.

Como Chegar: Saindo de Palmas, o melhor caminho para se chegar é pela cidade de Caseara. Pode-se alcançar a cidade por voos charter (40 minutos) ou por via terrestre, pegando a rodovia TO-080,  a partir de Palmas. O percurso é feito em três horas, em média.

Palmas e região

A capital mais nova do País está situada numa planície entre o Lago de Palmas e a Serra do Lajeado. A cidade tem muito a oferecer aos amantes de aventura e da natureza. Além das praias permanentes, outros atrativos muito procurados envolvem cachoeiras, trilhas e os elementos históricos da criação da cidade e do Tocantins.

Em Palmas, os turistas podem aproveitar as praias e outras oportunidades de diversão que o Lago de Palmas oferece como pesca, passeio de barco, caiaque e stand up paddle. Saindo da cidade, no distrito de Taquaruçu (32 km do centro de Palmas), pode-se aventurar nas dezenas de cachoeiras. Em algumas, é possível a prática do rapel.

A Serra do Lajeado possui uma trilha para aventureiros que queiram conhecer pinturas rupestres encontradas na região. Na cidade de Lajeado pode-se desfrutar de balneários e cachoeiras.

Araguaína e região

Quem for passar o carnaval mais ao norte do Estado também tem como opções de diversão e natureza praias, rios, cachoeiras e balneários. A maioria das cidades se encontram entre os rios Araguaia e Tocantins, importantes rios da região.

Em Araguaína, segunda maior cidade do Tocantins, a Cachoeira Véu de Noiva possui vinte metros de queda d’água e a natureza totalmente e formam uma piscina natural. Outra atração é o Lago Azul, formado a partir da construção da Usina do Corujão.

Como Chegar: A 368 km de Palmas, pode-se chegar à cidade pela BR-153.

Natividade e região

Em Natividade, é possível visitar a Cachoeira Paraíso, formada por trilhas e várias quedas d’água. Além da paisagem bela a água refrescante é um convite para dias de calor. Além da natureza exuberante, outra característica marcante da cidade é o aspecto histórico, com ruas e prédios tombados pelo patrimônio histórico nacional.

Na cidade de Almas (82 km de Natividade) vários atrativos pouco conhecidos se destacam pela beleza, como o Vale do Encantado, onde é possível ter a visão de quatro quedas d’água simultâneas, com mais de 70 m de altura, que compensam o esforço para chegar até o local. Há ainda o Cânion do Chupé, que fica a 700 m de altitude (o ponto mais alto da região), com o Córrego Chupé, que corta a serra, deslizando em cascata sobre paredões de rochas negras, de uma altura de 250 m. Ao longo do percurso, vão se formando poços de água cristalina.

Ainda na região, fica a Serra do Gambá, onde as águas nascem no alto da serra e deslizam em cascata pelos paredões de pedra, se acumulando em poços.

Como chegar: A 200 km de Palmas, pode-se chegar à cidade de Natividade pela TO-010.