Estado

O Conselho de Segurança Alimentar do Tocantins empossou os novos conselheiros para o novo biênio 2016-2017. O ato de posse dos cinco novos representantes de órgãos governamentais e 10 de entidades da sociedade civil aconteceu na tarde desta sexta-feira,5, e contou com a presença da secretária do Trabalho e Assistência Social do Tocantins, Patrícia Rodrigues Amaral. 

Além da nova diretoria, o presidente Iramar Cardoso da Silva foi reeleito no cargo e André Luiz Gomes da Silva assumiu como vice. O Conselho tem caráter consultivo tem papel fundamental na formulação de políticas e na definição de orientações para que todos tenham garantido o direito humano à alimentação. 

O presidente reeleito  afirmou que com a participação de mais entidades o trabalho será fortalecido. “O Conselho está aqui para mais um biênio levantar discussões que mudem diretamente a vida do tocantinense nessa área da alimentação”, disse. 

A secretária Patrícia Amaral parabenizou os novos conselheiros e exaltou a parceria entre governo e entidades de sociedade civil. “ Nossa intenção é caminhar de mãos dadas através de um trabalho conjunto porque acreditamos no conselho como um instrumento de articulação na proposição de diretrizes para as ações na área da alimentação e nutrição”, disse. 

Desde o início da atual gestão a área tem sido fortalecida através da Setas que tem prestado assistência ás comunidades e assessorando os municípios e conselhos municipais para o fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – (Sisan) no Estado através da adesão visando recursos para desenvolvimento de ações de segurança alimentar, o que contribui diretamente para a eradicação da fome no Estado. 

A nova formação do conselho conta com a paticipação de mais entidades como é o caso da Associação do Projeto de Irrigação São João. Para a repesentante, egina Antônia Souza a inserção da voz dos agricultores vai soma muito no desenvolvimento das ações do Conselho. “ Nós que plantamos, produzimos e levamos alimentação para muitas famílias nos sentimos felizes em termos voz num lugar tão importante além disso trabalhamos preocupados em produzir cada vez mais com qualidade”, disse. 

A União dos Xerentes do Tocantins – Unix também conta com representante no conselho. “ Queremos mostrar para o Brasil que o Tocantins inclui os indígenas nas políticas públicas de segurança alimentar e queremos cada vez mais estimular a paticipação das comunidades neste debate bem como leva ações específicas para atender nossos povos”, contou Srewe Xerente após toma posse. 

Para a Conselheira e representante do Conselho Regional de Nutrição do Tocantins, Eloise Schott, a segurança alimentar é uma área de muita importância paa a população em geral. “ A compeensão das pessoas pela área advém da consciência de que a alimentação é um direito de todos”, comentou.