Polí­tica

Foto: Marcos Oliveira

O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) fez um balanço dos principais índices econômicos do País em 31 de dezembro de 2015, para dizer que o Brasil está sem saída.

Os juros naquela data, afirmou, eram 14,25%; a inflação, 10,57%; a economia retraiu 4%; o desemprego chegando perto dos 10% e a dívida pública interna e externa, de R$ 4 trilhões. Mas, para Ataídes Oliveira, o grande problema para o Brasil está mesmo na dívida pública. De acordo com o senador, só no ano passado, o Brasil pagou R$ 501 bilhões de juros da dívida, e 50% da arrecadação foi destinada ao pagamento dos juros dessa dívida, que aumentou em 2015 cerca de 20% e que este ano pode chegar a 74,5% do PIB, disse o senador.

Ataídes Oliveira também citou a dívida da Petrobras que, em 31 de dezembro de 2015 estava em R$ 510 bilhões. Já o patrimônio da estatal estava em R$ 120 bilhões. "Lamentavelmente essa empresa sucumbiu, faliu, quebrou. Alguém quebrou ela e nós já sabemos quem. A Lava Jato já disse quem foi que quebrou a nossa querida Petrobras. Aí o governo faz corte na saúde, na educação, na infraestrutura. O Brasil só tem uma saída hoje. Só tem uma pessoa que pode resolver o problema econômico deste país. É a presidente Dilma Roussef, saindo da Presidência da República. Eu não vejo outra saída", afirmou.