Polí­cia

Foto: Ascom SSP Imagem do suspeito divulgada pela Secretaria de Segurança Pública Imagem do suspeito divulgada pela Secretaria de Segurança Pública

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou na manhã desta sexta-feira, 4, informações sobre o principal suspeito do desaparecimento da menor Laura Vitória, Ronaldo S. da S., de 40 anos, que reside no mesmo prédio que a família da criança desaparecida.

Segundo informações do delegado João Sergio Kennup, responsável pelas investigações, Ronaldo está sendo procurado pela polícia civil, devido a fortes indícios de seu envolvimento no caso.

O delegado explicou que no dia do desaparecimento da menina Laura Vitória, Ronaldo estava bebendo e foi visto tentando aliciar uma garota na escadaria do prédio, o que foi confirmado em depoimento à Polícia Civil. “Em seu depoimento, Ronaldo nos disse que tentou levar a garota para o seu apartamento, mas desistiu porque sua mulher estava em casa. No entanto, a esposa de Ronaldo desmentiu essa versão, dizendo que estava trabalhando e só chegou, em casa por volta das quatro horas da tarde”, esclareceu o delegado.

João Sérgio falou ainda que as investigações levam a crer que, quando Ronaldo desceu de seu apartamento, a menor Laura Vitória estava no mercado, próximo ao prédio onde mora e onde ela foi vista pela última vez. “Temos informações de que ele (Ronaldo) tentou seguir a menina Laura”, afirma Kennup.

Com o desenrolar das investigações o delegado diz que tentou ouvir Ronaldo Santana novamente, mas ele já tinha desaparecido. Diante dos fatos, o delegado representou, junto ao poder judiciário e foi expedido um mandado de prisão temporária contra o suspeito.

De acordo com a DHPP, Ronaldo já tem passagem pela polícia, tendo sido preso em flagrante por estupro de vulnerável no mesmo prédio. Ele estava em liberdade condicional e responde a três processos pelo mesmo crime. (Ascom SSP)