Estado

Foto: Milena Botelho

Com a garantia do pagamento final da referência 12/2015 para pessoas jurídicas na próxima semana, somando cerca de R$ 12 milhões, os representantes do Sindicato dos Estabelecimentos de Saúde do Estado do Tocantins (Sindessto) confirmaram a retomada do atendimento aos usuários do Plansaúde ainda nesta quarta-feira, 23. A decisão ocorreu pela manhã, durante reunião na Secretaria de Estado da Administração (Secad), com o secretário Geferson Barros, depois da Defensoria Pública ter pedido o bloqueio de R$ 29 milhões dos cofres do Estado afim de manter o funcionamento do Plansaúde.

De acordo com o secretário, o acordo firmado no último dia 29 de fevereiro que garantiu os repasses referentes a dezembro ao Fundo de Assistência da Saúde dos Servidores do Tocantins (Funsaúde), respectivamente nos dias 4 e 20 de março, com pagamento posterior aos prestadores foram cumpridos. O acordo ainda prevê o pagamento da referência 11/2015 (novembro) no mês de abril, com repasse ao Funsaúde até o dia 15.

Durante a reunião, também ficou confirmado novo encontro, no dia 5 de abril, com os secretários da Administração e da Fazenda, Edson Nascimento, e os representantes dos prestadores de serviço e dos usuários, para discutir o pagamento das referências 1 e 2/2016 (janeiro e fevereiro). Também será discutida a reformulação do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) do Plansaúde, entre todas as partes envolvidas e a Defensoria Pública, em data a ser definida.