Campo

Foto: Luciano Ribeiro

Considerada uma das maiores feiras do segmento no País, a Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins, a Agrotins Brasil 2016, será lançada pelo Governo do Estado neste próximo sábado, 9, às 8h30, no Centro Agrotecnológico de Palmas. Esta será a 16ª edição e será realizada de 3 a 7 de maio, no mesmo local do lançamento, na TO-050, Km 23, saída para Porto Nacional.  A Feira é reconhecida como a 8ª do Brasil, e a maior feira de agronegócios da região Norte do Brasil.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) realiza a feira com o objetivo de divulgar e transferir ao setor produtivo, os conhecimentos tecnológicos gerados pela pesquisa agropecuária e industrial, bem como promover a comercialização de produtos e serviços nos diversos segmentos da agropecuária, visando o desenvolvimento sustentável do agronegócio estadual.

A Agrotins acontece, anualmente, dentro do Centro Agrotecnológico, ocupando 60 hectares de sua área total, onde são instaladas unidades demonstrativas de campo, área para dinâmicas, estandes, estacionamentos, praça de alimentação, vias de circulação, auditório e demais edificações de apoio. 

De acordo com o secretário da Agricultura, Clemente Barros, mais uma vez, a Agrotins trará novidades para o agronegócio de alto desempenho, transferindo tecnologia para todas as etapas do setor produtivo. “Essa feira será um grande encontro de produtores, técnicos, pesquisadores, estudantes, empresários e, principalmente, instituições de apoio e fomento para o Estado”.

Clemente Barros garante que, como em 2015, esta 16ª edição da Agrotins será um evento de sucesso. “Alguns indicadores já apontam o sucesso e o principal deles é que todos os espaços físicos já foram ocupados, mas ainda estamos tentando acomodar mais 20 empresas que querem ter a oportunidade de participar, pela primeira vez, da Agrotins”, antecipou Clemente Barros.   

Tecnologias

Durante esta década e meia, a Agrotins vem se firmando como referência na divulgação, transferência de conhecimento e tecnologia para o crescimento do segmento agropecuário regional atraindo expositores e investidores de várias partes do Brasil que têm entre as fontes econômicas, o agronegócio.

No evento que tem uma semana de duração são apresentadas vitrines tecnológicas com indicação de novas cultivares, adaptadas à realidade do clima e solo da região, e economicamente viáveis. Além de palestras e cursos voltados para a área rural, exposição e julgamento de raças de animais, torneio e a modernidade de máquinas e implementos agrícolas, veículos e instituições de fomento.

Evolução

Na primeira Agrotins em 2001, realizada na Fazenda Dom Augusto no município de Porto Nacional, foram movimentados R$ 7 milhões em volume de negócios, esse número também foi crescendo e em 2015 foram mais de R$ 600 milhões. E quanto ao número de visitantes, também houve uma evolução considerável, pois na primeira edição foram pouco mais de 10 mil pessoas e no ano passado mais de 100 mil, vindos de todas as regiões do Tocantins e de diferentes estados brasileiros.

Parte do sucesso em volume de negócios se deve também à participação das instituições financeiras, oferecendo linhas de crédito, taxas reduzidas e serviços especiais para o público da Agrotins.

A quantidade de empresas e instituições participantes também é fator preponderante no sucesso da Feira e o número de expositores cresceu significativamente. Em 2001, foram 88, e foi crescente até 550 expositores em 2015.

Devido à situação atual do cenário econômico, talvez haja uma retração no volume negociado, a expectativa é de que a Agrotins Brasil 2016 movimente cerca de R$ 500 milhões e receba um público de 100 mil visitantes.

Palmas

A Agrotins também movimenta economicamente o município de Palmas, a exemplo das empresas aéreas, hotéis, restaurantes, bares, empresas de marketing, postos de combustíveis e prestação de serviço. Também é responsável por gerar mais de 1.200 empregos temporários.

Capacitação

Durante os cinco dias de feira, são ofertados inúmeras palestras, fóruns, seminários e clínicas tecnológicas, e ainda as unidades de campo e roteiros nas vitrines tecnológicas, dinâmicas para mostrar o funcionamento de máquinas agrícolas e melhor forma de plantio. Em 2015, foram oferecidas mais de duas mil atividades, onde foram capacitadas mais de 17 mil pessoas.

Realização

A Agrotins Brasil é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) e suas vinculadas a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), o Instituto do Desenvolvimento Rural (Ruraltins) e o Instituto de Terras do Tocantins (Itertins), além de parceiros do setor do agronegócio do Estado e do País.