Polí­cia

Foto: Divulgação

Paulo Gomes de Oliveira, acusado de assassinar o empresário Carlos Henrique de Oliveira, 34 anos, no dia 28 de outubro do ano passado, em Palmas/TO, foi preso na tarde deste último domingo, 10, por uma equipe da Delegacia de Homicídios, em Vitória da Conquista, na Bahia. A Secretaria da Segurança Pública (SSP/TO) informou parceria entre a Polícia Civil do Tocantins e a Polícia Civil da Bahia. 

Carlos Henrique conhecido como "Nhac" foi assassinado na madrugada de uma quarta-feira em uma casa de jogos na Quadra 206 Sul (antiga Arse 22). O empresário foi alvejado com um tiro, de acordo com informações dos policiais presentes no local do crime. 

Na época, em entrevista ao Conexão Tocantins, o delegado responsável pelas investigações do crime, João Sérgio Kenupp, informou a possível motivação do crime. De acordo com Kenupp, a vítima e o acusado do crime, Paulo Gomes de Oliveira, conhecido como "Figurinha", disputaram um jogo de pôquer, quando Carlos Henrique contraiu uma dívida no valor de R$ 120 mil. Carlos teria oferecido o seu carro no valor de R$ 75 mil como parte do pagamento, porém, "Figurinha" não teria aceitado. 

Após conversa, ambos teriam combinado de acertar a dívida mas, em outro dia posterior, encontraram-se na Casa de Jogos e decidiram disputar mais um jogo durante a noite, quando, então, desta feita, Figurinha perdeu R$ 60 mil após passarem a noite jogando. 

De acordo com Kenupp, a vítima, então, pediu para que o "Figurinha" abatesse o valor que ganhou na dívida anterior, mas ele não teria aceitado, motivando uma discussão. "Discutiram e na saída o autor disparou nele", afirmou o delegado Kenupp na ocasião. 

Desde então, Paulo Gomes estava foragido. Segundo a SSP/TO, policiais civis da Divisão de Homicídios de Proteção a Pessoa do Tocantins estão providenciando o recambiamento do preso.