Polí­tica

Foto: Divulgação

A ministra da Agricultura e Pecuária, senadora Kátia Abreu (PMDB), afirmou por meio de sua página no Twitter continuar ao lado da presidente Dilma Rousseff (PT), que teve seu processo de admissibilidade de impeachment aprovado na Câmara dos Deputados. "Continuo ao lado da presidente acreditando em sua honestidade. Não roubou e não cometeu crime de responsabilidade", disse. 

Antes das votações, Kátia Abreu chegou a pedir tranquilidade nas manifestações e ao final afirmou. "Hoje correu tudo bem, sem episódios violentos na esplanada. Graças a Deus. Manifestações são justas, barbárie não", disse na noite de ontem. A ministra ainda manifestou sobre a votação que vai ocorrer no Senado da República nos próximos dias para admissibilidade ou não do processo de impeachment. "Agora o processo vai para o Senado onde será votado mais uma vez a admissibilidade e enfim o mérito no Plenário", disse completando: "Podemos pensar diferente, mas somos todos brasileiros", concluiu.

Nesta segunda-feira (18), o processo de impeachment deve ser enviado ao Senado e no dia seguinte (19) lido no plenário da Casa. Ainda na terça-feira, os líderes partidários deverão indicar os 42 parlamentares que vão compor a comissão que analisará o assunto no Senado, com 21 titulares e 21 suplentes. A comissão tem prazo de 48 horas para eleger o presidente e o relator. Por causa do feriado de 21 de abril, nesta quinta-feira, isso deverá ocorrer somente na segunda-feira (25).

Por: Redação

Tags: Impeachment, Kátia Abreu