Estado

Foto: Divulgação

A Agência Tocantinense de Regulação e Fiscalização (ATR) promoveu, na última segunda-feira, 18, em sua sede, com os representantes dos permissionários no Transporte Público Convencional e Alternativo, exposição da proposta da Consolidação das Resoluções da ATR referente ao Sistema de Transporte Público Rodoviário Intermunicipal de Passageiros no Estado do Tocantins.

Na ocasião, foi apresentada a proposta de consolidação, na qual se expôs, aos operadores do sistema, as inovações normativas sugeridas, colhendo-se contribuições dos representantes dos permissionários.

A consolidação culmina na revisão normativa das regras técnico-operacionais em vigor no sistema de transporte público rodoviário intermunicipal de passageiros e, ainda, propiciará a condensação de todas as normas em um texto único, facilitando o acesso, o manuseio, a compreensão e a aplicação das normas por todos os operadores do sistema, usuários, assim como, pelos próprios técnicos e servidores da ATR.

“A proposta ambiciona a melhoria e a adequação do sistema de transporte público rodoviário intermunicipal de passageiros no Estado, prezando pela transparência das ações da ATR, na busca pela continuidade, eficiência, regularidade e qualidade dos serviços públicos”, ressaltou o presidente da Agência de Regulação, Jota Patrocínio.

Para o presidente da Cooperativa do Transporte Alternativo de Passageiros Turismo Araguaia Tocantins (Cootins), Rubis Peixoto Negreiro, a reunião foi bastante esclarecedora. “Àquilo que tínhamos dúvidas nos foi dada abertura para expressarmos nossas opiniões e apresentar sugestões. Acho que avançamos muito”, destacou.

“As mudanças apresentadas nas resoluções são positivas para os permissionários. Um avanço para quem trabalha no transporte alternativo. Parabenizo toda equipe da ATR”, enfatizou Rubis Peixoto.  

De acordo com o presidente do Sindicato do Transporte Intermunicipal de Passageiros do Estado do Tocantins (Setransp), Dirsomar Pereira Maia, a iniciativa da ATR é digna de elogios, pela forma em que está sendo conduzido todo o processo de Consolidação das Resoluções. “Estamos sendo ouvidos e nossos posicionamentos respeitados na adequação das propostas para a consolidação das resoluções. Estamos avançando”, disse.

Estiveram presentes, o presidente da Cooperativa de Transporte Alternativo do Tocantins (Coopertato), Cristiano Carvalho de Oliveira; o presidente da Cooperativa de Transporte Alternativo de Tocantinópolis (Cootatinópolis), Laercio Gomes da Silva Lima; o presidente da Cooperativa do Transporte Alternativo de Passageiros do Estado do Tocantins (Transcooper), Manoel Messias Costa Neto; o presidente da Cooperativa Bandeirante dos Transportadores Autônomos de Passageiros (Cooperban), Gilmar Gomes de Carvalho; e o presidente da Cooperativa do Transporte Alternativo de Passageiros Turismo Araguaia Tocantins (Cootins), Rubis Peixoto Negreiro.

O Transporte Convencional foi representado pelo presidente do Sindicato do Transporte Intermunicipal de Passageiros do Estado do Tocantins (Setransp), Dirsomar Pereira Maia; e os empresários Philippe Custódio Lopes de Oliveira, da empresa Tocantinense; Walson Moreira Junior, da Tocantins; e Rildo Mundim Rios, da empresa Ponte Alta.

Pela ATR, estiveram presentes o vice-presidente, Pedro Adroaldo da Silva; a diretora de Regulação, Édina Gomes Amorim; o diretor de Fiscalização, Gustavo Barbosa Araújo; a assessora técnica dePlanejamento, Fernanda Cristina Nogueira de Lima; o chefe da Assessoria Jurídica da ATR, Diogo Vinícius Ferreira de Araújo Lima; representantes das Gerências Operacional e de Arrecadação; e toda a equipe da Gerência de Regulação.