Campo

Foto: Lúcia Brito

Povos indígenas, quilombolas e tradicionais, agricultores familiares organizados em associações e cooperativas têm lugar garantido para a promoção da diversidade cultural e produtiva, na Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2016), que acontecerá de 03 a 07 de maio em Palmas. Para isso, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) prepara, no Pavilhão da Agricultura Familiar, um amplo espaço para a exposição, divulgação e comercialização dos produtos e serviços.

Artesanatos em babaçu, jatobá, buriti, capim dourado, a madeira, a fibra de bananeira, bem como as biojoias  e utensílios para o lar, vão estar à disposição do público visitante.

A Cooperativa Multifuncional de Economia Solidária (Coomesol), com sede em Xambioá, no extremo norte do Estado, já confirmou presença no Pavilhão. A Coomesol, formada por 48 pessoas, com núcleos nas cidades de Piraquê e Araguaína, fabrica diversos produtos como fruteira, jogo americano, descanso para panela, porta-copos, e óleo do coco, tendo como matéria-prima o babaçu.

O produtor e artesão Carlosvan Costa Silva, representante da Coomesol, ressalta que pela segunda vez participará da Agrotins. Ele afirma que a Feira é uma oportunidade única para comercializar e fechar negócios. “Para consolidar nosso espaço na Agrotins, melhoramos ainda mais a qualidade das peças e estamos com estoque muito bom. A ideia é mostrar às pessoas e empresários de várias partes do Brasil, o quanto produzimos. Temos tudo para crescer, depende só de nós” disse Carlosvan.   

Além do artesanato, produtos oriundos da agricultura familiar, como a farinha de mandioca, tempero caseiro, mel, biscoitos de povilho, rapadura, doces e compotas de frutas, dentre outros, também serão expostos.

A produtora Maria Divina Carneiro da Silva, integrante da Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais de Jacubinha e Região (Cooperjat), situada no município de Natividade, participa há vários anos da Agrotins, que para ela é garantia de bons resultados. "Sempre tivemos bons resultados com a feira. O que conseguimos vender durante o evento equivale a um mês de vendas em nosso município e para este ano a expectativa é muito boa”, afirmou a produtora, acrescentando que vai expor doces, farinha e óleo de coco.  

O Pavilhão da Agricultura Familiar contará com 36 estandes e expositores representando todas as regiões do Estado.

Agrotins

A feira é promovida pelo Governo do Estado do Tocantins, por meio da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) e suas vinculadas, Agência da Defesa Agropecuária (Adapec), Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e conta com apoio de instituições financeiras e entidades de classe ligadas ao setor produtivo.