Polí­cia

Foto: Divulgação

Uma carga com 737 quilos de frangos fora das condições de higiene e impropria para consumo foi apreendida e destruída no aterro sanitário do município de Combinado, nesta terça-feira, 24. A ação foi realizada pelos fiscais da barreira volante da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec). Os frangos estavam sendo transportados na carroceria de uma caminhonete.

De acordo com os fiscais agropecuários da barreira volante, Gesã Sudário da Fonseca e João batista Alves, ao abordarem o motorista verificaram as condições higiênico-sanitárias da carga e o meio de transporte totalmente inadequado. Eles conduziram o veículo até o escritório da Adapec em Combinado. Houve resistência por parte do condutor em apresentar os documentos para a realização do auto de apreensão e termo de destruição, sendo solicitado o auxílio da Polícia Militar para que o mesmo atendesse a solicitação dos fiscais.

Segundo o inspetor de defesa agropecuária da Adapec, Jean Paulo Galletti, embora o dono dos produtos tenha apresentado o registro no Serviço de Inspeção Municipal (SIM), a carga não possuía refrigeração, estava sem condições higiênico-sanitárias de transporte, algumas embalagens violadas e outras sem rotulagem, além dos frangos mal processados.

De acordo com o inspetor, produtos como estes são totalmente inadequados para o consumo humano, devido aos riscos de contaminação por salmonela, que é uma das principais causas primarias de intoxicação alimentar no mundo. “Muitos surtos têm sido associados ao consumo de produtos avícolas crus e contaminados, o que torna um sério problema de saúde pública”, disse Jean, acrescentando que nas aves as salmonelas persistem no intestino, favorecendo a contaminação de carcaças e ovos. 

Por: Redação

Tags: Adapec, Combinado, Jean Paulo Galletti, Polícia