Economia

Foto: Divulgação

Na quinta maior data em importância para o comércio brasileiro, o cenário para o setor não é dos mais animadores. O consumo para o Dia dos Namorados prevê redução nas três maiores cidades do Estado. A pesquisa “Expectativa de Consumo – Dia dos Namorados 2016”, realizada pelo Instituto Fecomércio em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), em Palmas, Araguaína e em Gurupi apresentou a média de 39,1% neste ano contra 51,7% de 2015, revelando uma queda de 12,6% na intenção de consumo de um ano para outro. A Capital obteve o maior índice, com 45%, Araguaína com 37,6% e Gurupi, com 34,8%.

Para o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni, esse baixo índice é resultado do conjunto de fatores que afetam a economia nacional, como o desemprego, o endividamento e o custo alto do crédito. “Mais uma data importante para o comércio que acaba sendo prejudicada. É preciso que o empresário tenha criatividade e boa gestão para que venha realizar uma venda satisfatória”, pontuou Pisoni.

Em Palmas, a intenção é presentear o namorado (31,5%) e a namorada (22,7%), adquirindo itens de perfumaria (22,7%), e comprando de dois a três presentes (50,3%). O local preferido da compra será o shopping (41,7%), a pretensão média de gasto ficou entre R$ 100,00 e R$ 150,00 (33,7%). A forma de pagamento mais apontada foi em dinheiro (55,2%). Os que pretendem parcelar a compra entre 4 e 6 vezes chegou a 44,3%, e a promoção foi o item mais lembrado como fator decisivo para a compra segundo 30,2%.

Na Capital, o local mais apontado para comemorar a data foi em casa, somando 26%. O total de 32,6% disse que presenteou na mesma data no ano passado e 29,6% afirmaram ter sido presenteados no mesmo período.  Os que revelaram que gostariam de ganhar calçados e complementos somaram 15,9%. Por fim, 84,5% dos entrevistados que têm intenção de presentear, irão realizar pesquisa de preço.

Em Araguaína, a intenção do presente é para o namorado (25,7%) e para a namorada (27,6%), comprando peças de vestuário (23,3%), e adquirindo apenas um presente (81,5%). O local preferido da compra será o comércio de rua (66,1%), a pretensão média de gasto ficou entre R$ 50,00 e R$ 100,00 (36,3%). Em dinheiro foi a forma de pagamento mais apontada (52%). O parcelamento mais citado também foi entre 4 e 6 vezes (46,9%). E o desconto no preço foi o item decisivo para a realização da compra (35,5%).

Ainda em Araguaína, o local de comemoração da data também foi em casa, com 44,1%. Dos que presentearam no mesmo período em 2015 chegou a 38,4% e 40,3% disseram ter sido presenteados na mesma data no ano passado.  Peças de vestuário foi a revelação maior que gostariam de ganhar, com 24,6%. E 64,5% dos que têm intenção de presentear disseram que realizarão pesquisa de preço.

Em Gurupi, o alvo dos presentes serão o namorado (33,1%) e a namorada (34,5%), adquirindo também peças de vestuário (31,8%), e comprando também apenas um presente (85,6%). O comércio de rua também foi o local mais apontada para a compra (96,5%), a média de gasto pretendida ficou entre R$ 100,00 e R$ 150,00 (33,8%), com pagamento também em dinheiro (69,1%). Entre os que pretendem parcelar a compra, o parcelamento mais citado foi em até 3 vezes (78,8%). E como fator decisivo, o desconto no preço foi o mais citado (44,6%).

Ainda em Gurupi, em casa também foi o local de comemoração mais citado, com 66,9%. Os que presentearam na mesma data no ano passado chegou a 42% e os que afirmaram ter sido presenteados no mesmo período em 2015 ficou em 41%.  O presente ideal mais apontado também foi vestuário, com 21,8%. E os que têm intenção de presentear 55,4% disseram que farão pesquisa de preço.

A pesquisa

A pesquisa de expectativa de consumo para o Dia dos Namorados objetiva orientar os empresários do setor com relação ao consumo neste período e também revelar as principais tendências de consumo nessa data. Foram entrevistadas o total de 1.213 pessoas, sendo 402 em Palmas, 404 em Araguaína e 400 em Gurupi. E foi aplicada entre os dias dois e quatro de maio deste ano em Palmas, e em Araguaína e Gurupi entre os dias 27 e 30 de abril.