Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Militar apreendeu no início da manhã desta sexta-feira, 03, na cidade de Natividade-TO, um menor, 17 anos, suspeito pelo estupro e roubo a uma servidora pública do estado, crime ocorrido na última quarta-feira, 1º de junho, em Palmas.

O menor foi apreendido por volta das 8h45 desta sexta-feira, 03, na Rodovia BR 010, Setor Nova Esperança, em Natividade. Os policiais que já estavam de posse das características do acusado e do veículo roubado da vítima, identificaram o suspeito no local e o abordaram. O acusado estava com o carro da vítima e portando um revólver calibre 32 com duas munições deflagradas e duas intactas.

Segundo a PM, o menor confessou o crime e através de fotografia foi reconhecido pela vítima. O menor foi recambiado de Natividade para Palmas, com o apoio do helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas- CIOPAER, órgão vinculado a Secretaria da Segurança Pública do estado, e pousou no campo de futebol do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar (QCG) em Palmas, por volta das 11h30 desta manhã.

De acordo com a PM, apesar de ser menor de idade, o indivíduo é considerado de alta periculosidade e possui uma extensa ficha criminal, já responde pelos crimes de roubo, furto, tráfico de drogas e lesão corporal no Estado do Tocantins. No momento da apreensão o menor infrator disse aos policiais que já efetuou cerca de dez homicídios, nos estados do Pará e Paraná.

O comandante Geral da Polícia Militar do Tocantins, coronel Glauber de Oliveira Santos, acompanhou de perto as ações da PM que culminaram com a apreensão do menor infrator. Coronel Glauber fez questão de enaltecer o trabalho de todos os policiais militares envolvidos na ação: “Temos orgulho de ter em nossa instituição profissionais comprometidos com o trabalho e com a segurança pública do Tocantins, que não mediram esforços para dar uma resposta à altura no caso específico, e não só nesse caso mais em todas as demandas que cabem à PM. Trabalhamos diuturnamente para evitar que crimes como esse ocorram” ressaltou o comandante geral.

Entenda o caso

Uma servidora pública, de 31 anos, foi vítima de um sequestro relâmpago e estuprada em Palmas na quarta-feira, 1º de junho. A vítima foi abordada por um homem moreno claro e de estatura mediana no horário de almoço com uma arma de fogo, no estacionamento da Procuradoria Geral do Estado do Tocantins, que fica na Praça dos Girassóis, em Palmas.

Depois de render a vítima, o homem determinou que a mesma se deslocasse sentido sul conduzido o próprio veículo. Em um matagal no setor Lago Sul, ocorreu o estupro. O suspeito pelo crime amarrou a mulher e fez um disparo com a arma de fogo que portava, evadindo-se do local com o veículo da vítima.

A Polícia Militar em todo Estado do Tocantins estava de posse das características do acusado de do veículo roubado, a fim de identificar e prender o criminoso. Com o apoio do Serviço de Inteligência da instituição que já vinha monitorando as ações do suspeito os policiais militares conseguiram apreender o menor infrator em mais uma ação proativa da PM do Tocantins, que contou com o apoio da CIOPAER para realizar o transporte do menor, de Natividade para Palmas. (Matéria atualizada às 13h33min)