Polí­cia

Dando continuidade às ações da operação “Fênix”, que foi deflagrada pela Delegacia Estadual de Investigações Criminais, (DEIC) Núcleo Norte, de Araguaína, com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada no tráfico de drogas, que atuava no comércio de entorpecentes, naquele município, na manhã deste sábado, 2, policiais civis daquela Delegacia Especializada, efetuaram a prisão de Cleonice R. da S., 36 anos de idade.

Ela é suspeita de integrar a referida organização criminosa, a qual também atuava em presídios no município do norte do Estado, além de outros crimes e foi capturado, mediante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva, quando se dirigia a Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota, a fim de visitar seu esposo, que se encontra preso no local.

De acordo com o delegado José Anchieta de Menezes Filho, responsável pela operação “Fênix” e pela ação, que resultou na prisão de Cleonice, os investigadores da Deic, já estavam monitorando a mulher, há alguns dias, devido ao fato de que, as investigações apontaram que a mulher integrava e atuava efetivamente, no tráfico de drogas em Araguaína e região.

“Após as investigações, conseguimos elementos suficientes que demonstravam o envolvimento de Cleonice com a prática de ilícitos, em Araguaína e, desta maneira, representamos, junto ao Poder Judiciário, pela prisão da mulher, a qual foi deferida e cumprida, por nossa equipe, na manhã deste sábado”, ressaltou.

Ainda conforme o delegado, as investigações da operação Fênix terão continuidade e novas prisões podem ocorrer nos próximos dias. “Nossos investigadores continuam trabalhando, efetuando levantamentos e buscas, no sentido de combater à criminalidade e efetuar a prisão de mais pessoas, envolvidas com essa organização criminosa”, enfatizou.