Polí­cia

Mais um carteiro foi vítima da ação dos bandidos no Tocantins. Desta vez o fato aconteceu em Palmas, por volta das 11 horas da manhã de hoje, dia 21, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Sintect/TO). Ao tentar realizar a entrega de uma encomenda na quadra 305 sul e não ter sido atendido, quando o carteiro retornou e entrou no veículo dos Correios, foi abordado por dois bandidos. 

Os bandidos apontaram armas para ele e o renderam, fazendo com que o carteiro dirigisse o veículo até uma área afastada, próximo à quadra do antigo aeroporto. Chegando no local, eles abriram todos os objetos e transferiram para um veículo Classic Prata, deixando o funcionário amarrado. Também levaram o telefone celular do carteiro e por sorte, uma viatura dos bombeiros passou pelo local e o ajudou. 

"Mais uma vez vemos os bandidos agirem de forma livre, sem nenhum tipo de instrumento para barrar suas ações, já que a empresa não investe em nenhum tipo de segurança para evitar isso", lamenta o sindicato. 

O Sintect informou que já solicitou que fossem colocados dois funcionários por veículo para a distribuição dos objetos postais, além da escolta armada e rastreamento dos veículos, como forma de garantir a segurança do maior patrimônio da empresa, o trabalhador. "Mas a direção da empresa no Tocantins não toma nenhum tipo de atitude. Esperamos que nossas ações na justiça deem resultado e consigamos, via judicial, implantar dispositivos de segurança para que fatos como o de hoje não venham a acontecer novamente", sustenta o Sintect. 

Por: Redação

Tags: Polícia, Sintect