Polí­cia

Foto: Divulgação

O Ministério Público Estadual (MPE) ofereceu representação à Justiça requerendo a internação provisória, no Centro de Internação Provisória (Ceip) Norte, localizado em Santa Fé do Araguaia, do adolescente suspeito de matar Adriano Inácio da Silva Monteiro, gerente de uma loja de eletrodomésticos em Araguaína. O fato ocorreu no dia 18 deste mês e o adolescente foi apreendido pela Polícia Civil no último sábado, 23.

O adolescente de 17 anos foi apreendido após denúncia anônima realizada à Polícia Civil de Araguaína. Com ele, os policiais ainda encontraram substâncias entorpecentes.

Segundo o autor da representação, Promotor de Justiça Moacir Camargo de Oliveira, a internação imediata do adolescente foi necessária devido à gravidade do fato e à grande repercussão do caso na comunidade local. “A internação é indispensável no sentido de impedi-lo de cometer outras infrações, mas também para garantir a segurança do próprio adolescente, considerando o clamor público e os protestos populares que o ato levantou na cidade”, ressaltou.

No momento da apreensão, o adolescente confessou o crime. O caso agora deverá ser acompanhado pela 9ª Promotoria de Justiça de Araguaína, que atua na área da infância e juventude.