Estado

Foto: Carlessandro Souza Para a secretária Patrícia Amaral, os fóruns são espaços de discussões que possibilitam o fortalecimento da participação dos estados na definição de políticas públicas de trabalho e assistência social Para a secretária Patrícia Amaral, os fóruns são espaços de discussões que possibilitam o fortalecimento da participação dos estados na definição de políticas públicas de trabalho e assistência social

O Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Assistência Social (Setas), participará nessa terça-feira, 2, do Fórum Nacional de Secretarias de Trabalho (Fonset) e do Fórum Nacional de Secretários de Estado da Assistência Social (Fonseas). Além disto, a gestora da Setas, Patricia Amaral, participará na quarta-feira, 3, da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), também em Brasília (DF).

A 101ª reunião ordinária do Fonset, contará com a participação do ministro do Trabalho e Emprego, Ronaldo Nogueira, e tratará sobre a prestação de contas de 2015, planejamento de trabalho e Projeto de Lei Sine. O Fonset é um importante espaço de diálogo e troca de experiência entre os estados e o governo federal. 

Já no Fórum Nacional de Secretários de Estado da Assistência Social, que é uma instância de articulação política das secretarias estaduais de assistência social, participarão a gestora da Setas, Patricia Amaral, e a superintendente de Assistência Social, Rosana Trindade. A programação que inicia às 9 horas desta terça-feira,abordará o plano de comunicação do Fonseas, o Estatuto e Regimento Interno do Fórum, além de aprofundar as prioridades e as metas do Pacto de Aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social. 

Para a secretária Patrícia Amaral, estes são espaços de discussões importantes. “Nesses fóruns, somos capazes de fortalecer a participação dos estados na definição de políticas públicas de trabalho e assistência social”, disse. 

A reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) faz parte do processo de gestão Suas (Sistema Único de Assistência Social) e ocorrerá na quarta-feira, 3, em Brasília (DF). Será um espaço de articulação e expressão das demandas dos gestores federais, estaduais e municipais.