Educação

Foto: Elias Oliveira

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) realiza, a partir das 18 horas dessa terça-feira, 9, e na quarta-feira, 10, na Escola de Tempo Integral Padre Josimo Tavares, em Palmas, o Seminário da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). No evento será discutida, através de oficinas e mesas redondas, a segunda versão do documento da Base Nacional, que trata dos objetivos de aprendizagem das diferentes etapas da Educação Básica.

A construção da BNCC é uma ação do Ministério da Educação, prevista na Lei do Plano Nacional da Educação, Meta 2, que estabelece a articulação e a colaboração dos estados, Distrito Federal e municípios.

A Base Nacional Comum deixará claro 60% dos conhecimentos essenciais que todos os estudantes brasileiros têm direito de ter acesso durante a sua trajetória na Educação Básica. Os demais 40% restantes serão definidos pelos estados e municípios, atendendo às especificidades e características regionais.

Para a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, professora Wanessa Sechim, por meio dessa definição, os sistemas educacionais, as escolas e os professores terão um importante instrumento de gestão pedagógica. “Essa definição é um antigo anseio da comunidade educacional no Brasil”, afirmou.

Durante o seminário, a intenção é que professores de diversas regiões do Estado façam análise dos objetivos de aprendizagem, apresentados na segunda versão do documento para as diferentes etapas da Educação Básica. No evento, estão previstas oficinas pedagógicas, debates e mesas redondas.

De acordo com a superintendente de Desenvolvimento da Educação da Seduc, Noraney de Fátima Fernandes, o Tocantins construiu uma agenda educacional de mobilização da Base Nacional, com intensa participação dos professores, diretores, Diretorias Regionais de Educação (DRE’s), União dos Dirigentes Municipais de Educação(Undime) e da equipe pedagógica da Seduc. “Tudo isso foi feito para que os profissionais da educação tenham grande participação durante o seminário”, afirmou.

Como resultado dos seminários realizados em todo o País, será produzido um relatório, que será encaminhado para o Comitê Executivo Nacional, constituído pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e pela Undime.

No Tocantins, durante todo o ano passado e no primeiro semestre deste ano, os educadores discutiram a Base Nacional, com grupos de assessores de currículos da Seduc, com as DRE’s e com os professores das escolas estaduais, municipais e particulares. Na oportunidade, o Estado foi o quarto a realizar o seu cadastro na Base Nacional e o sexto em contribuições.