Polí­cia

Foto: Divulgação

O suspeito de matar os bebês gêmeos em São Miguel do Araguaia na madrugada de segunda-feira, 8, foi preso na manhã desta quarta-feira, 10 de agosto, em uma fazenda na divisa entre Goiás e Tocantins, local onde o suspeito trabalhava. A prisão foi resultado de ação conjunta entre a Polícia Militar de Goiás e do Tocantins. 

O suspeito estava foragido desde o dia do crime. Ele seria natural de Aliança do Tocantins e teria espancado os bebês e ainda, esfaqueado a mãe das crianças, apontada como a ex-namorada do indivíduo. 

No dia do crime, o homem teria arrombado e invadido a casa da mãe das crianças. Em depoimento, a mulher disse, segundo o delegado responsável pelo caso, André Medeiros, que o suspeito entrou em sua casa com uma faca e partiu para cima dela, atingindo-a no pescoço e no rosto. As crianças começaram a chorar, a mulher pegou um deles no colo, mas o homem teria tomado o bebê, jogando-o de cara no chão. Depois, teria feito o mesmo com o outro bebê. Ela tentou defendê-los, quando foi esfaqueada outra vez. 

Antônio deve responder por duplo homicídio qualificado e tentativa de assassinato. De acordo com a investigação, Antônio não aceitava o término do namoro, que havia durado apenas um mês. 

Os corpos dos bebês foram enterrados ontem, 9, em São Miguel do Araguaia. Durante o velório, o pai das crianças passou mal e teve de ser amparado pelos parentes.  (Com informações G1/Goiás).