Estado

Foto: Divulgação

Os trabalhadores dos Correios no Tocantins decidiram encerrar paralisação iniciada no dia 11 de agosto, retornando as suas atividades com normalidade nesta sexta-feira, 19. De acordo com o Sindicato dos trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos no Estado (Sintect/TO), após dois dias de negociação em Brasília (DF), ficou acertado o final da greve deflagrada após a empresa dos Correios garantir vigilantes em todas as agências pelo Estado. 

Também foi firmado pelos Correios, segundo o Sintect, compromisso junto aos carteiros dos veículos de apresentar, em mesa de negociação permanente, um estudo relacionado a viabilidade de implantação de sistema de rastreamento e câmeras nos veículos, a partir de 2017. O termo de acordo foi assinado pelo secretário geral do Sintect, José Aparecido Rufino, vice-presidente de gestão de pessoas, Heli Siqueira de Azevedo e por Fagner José Rodrigues, gerente de relações do trabalho. 

A decisão dos Correios de retirar vigilantes armados de algumas agências foi o que deu início a insatisfação dos seus tralhadores. As agências dos Correios pelo Tocantins são recorrentemente vítimas de bandidos. Só nesta semana as unidades de Alvorada e Tupiratins, foram assaltadas. Somente neste ano, foram registradas 22 ações de bandidos em agências pelo Tocantins - dentre assaltos a agência, arrombamentos, assalto a carteiro, entre outros. 

Segundo os Correios, a greve dos trabalhadores teve adesão de apenas 5% dos empregados da empresa. Já para o Sintect, houve 20% de adesão, principalmente nas unidades do interior. 

As agências estão abertas e os serviços, inclusive a entrega de Sedex e o Banco Postal, estão disponíveis. O serviço de entrega de encomendas e correspondências foi restabelecido em sua totalidade.

Por: Redação

Tags: Correios, Greve, Sintect