Campo

Foto: Divulgação A carne mecanicamente separada de peixe (CMS), ajuda a aproveitar o máximo da carne da carcaça do peixe A carne mecanicamente separada de peixe (CMS), ajuda a aproveitar o máximo da carne da carcaça do peixe

Para capacitar produtores, comerciantes e feirantes envolvidos no processamento do pescado, com o intuito de melhorar a qualidade e a forma de apresentação do produto, tornando-o competitivo e apto a ser inserido nos programas de compras governamentais, a exemplo do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional da Alimentação Escolar (PNAE), o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) promove entre os dias 22 e 25 de agosto, o Curso de Beneficiamento do Pescado na forma de CMS (Carne Mecanicamente Separada) e subprodutos.

A capacitação acontece na Fazenda Morada do Peixe, localizada no município de Gurupi, sendo ministrada pelos extensionistas do Ruraltins, Rynelandes Silvestre, Cássia Bento e Valéria Lima, com a participação de produtores, comerciantes e feirantes envolvidos no processamento do pescado.

De acordo com a extensionista do Ruraltins, Cassia Bento, o curso tem carga horária de 24 horas/aulas, abordando temas como os fatores relacionados à boa qualidade do pescado, apresentação de projeto de apoio à comercialização do pescado, boas práticas de fabricação, etapas na elaboração da Carne Mecanicamente Separada (CMS) e elaboração de produtos á base de CMS.

“Esta oficina visa aumentar a variedade de formas de preparo de pescado e melhorar as técnicas higiênico-sanitárias de manipulação e conservação de pescado por meio da utilização de carne mecanicamente separada de forma prática e segura”, frisou Cássia Bento.

Carne mecanicamente separada de peixe

A carne mecanicamente separada de peixe (CMS), ou também conhecida como polpa de peixe, é obtida a partir do processamento da carne, e que ajuda a aproveitar o máximo da carne da carcaça do peixe, proporcionando a elaboração de produtos semiprontos, livre de espinhas e ossos, o que facilita a sua utilização na alimentação, inclusive de crianças e idosos.

Capacitações

Uma das principais atividades desenvolvidas pelo Ruraltins é a promoção de capacitações destinadas aos agricultores familiares. A iniciativa tem por objetivo levar novos conhecimentos, proporcionando ao produtor rural ampliar sua produção, a produtividade, tornando-os mais competitivos, conquistando novos mercados e agregando valor aos seus produtos.

Dentre os cursos oferecidos estão, olericultura agroecológica, associativismo e cooperativismo, processamento de frutas, sabão caseiro, panificação, reciclagem, doces, alimentação alternativa, piscicultura, dentre outros.

Por: Redação

Tags: Cássia Bento, Ruraltins, campo