Estado

Foto: Divulgação  Uma nova reunião do MUSME foi marcada para o dia 27, quando será consolidada a contraproposta Uma nova reunião do MUSME foi marcada para o dia 27, quando será consolidada a contraproposta

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins (SISEPE/TO), Cleiton Pinheiro, disse em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta terça-feira, 20, que a proposta para pagamento da data-base apresentada ontem, 19, pelo Governo do Estado, não atende a categoria de servidores em greve. Os sindicatos integrantes do Movimento de União dos Servidores Públicos Civis e Militares do Estado (Musme) participam na manhã de hoje de uma reunião para deliberar sobre a construção de uma contraproposta ao governo. “Nós estamos aqui agora trabalhando a forma que nós vamos tratar com a categoria para que formalize uma contraproposta. Essa proposta ela não atende a categoria, tanto é que a gente vai levar para a categoria construir uma contraproposta”, afirmou Cleiton.

A reunião acontece no Sisepe. O Governo do Estado firmou o compromisso de pagar a data-base 2016, no ano de 2017, sendo dividida em três parcelas. Outra reivindicação atendida foi a redução da jornada de trabalho para 6 horas diárias corridas a partir do mês de outubro de 2016. De acordo com Cleiton Pinheiro, essa foi a primeira proposta oficial do Governo do Estado e é a partir de agora que começa, realmente, as negociações. “É a primeira vez que o governo apresenta algo por escrito e é a partir daí que a gente entende que as negociações começaram. Até então o governo estava só com enrolação e ganhando tempo”, disse.

Segundo Cleiton, se o governo não ajustar a proposta para atender o anseio da categoria, a greve dos servidores públicos vai continuar. Os servidores de diversas categorias - Saúde, Educação, Quadro Geral - estão em greve desde o dia 9 de agosto.  No dia 30 do mês passado, sete sindicatos que representam as categorias de servidores públicos em greve protocolaram proposta ao governador Marcelo Miranda, para pagamento da data-base.  

Uma nova reunião do Musme foi marcada para o próximo dia 27, às 8h30, quando será consolidada a contraproposta consolidada pelas bases a ser apresentada ao Governo.

Entre os sindicatos participantes da reunião de hoje estão o Sisepe, Sindicato dos Trabalhadores em Saúde (Sintras), Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintet), Sindicato dos Profissionais de Enfermagem (Seet), Sindicato dos Profissionais de Educação Física (Sinpef) e Sindicato dos Médicos (Simed). (Matéria atualizada às 16h40min)